Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Cantora ajoelha durante o hino

26 de Outubro, 2016

Os protestos da cantora

Fotografia: AFP

Antes de começar a partida, Miami Heat - Philadelphia 76ers, uma cena chamou a atenção. Denasia Lawrence ajoelhou-se para cantar o hino norte-americano, seguindo o protesto do jogador de futebol americano Colin Kaepernick, do San Francisco 49ers. Ela ainda abriu o  casaco para exibir uma camisa com a frase "Black Lives Matter" (vidas negras importam).

Os jogadores do Heat, anfitrião da partida da pré-época da NBA, permaneceram de pé. A equipa afirmou que não foi avisada por Denasia sobre o protesto.

Com a bola a rolar, o Philadelphia levou a melhor e venceu por 113 - 110. Dario Saric foi o cestinha com 19 pontos. Foi a segunda vez, nesta pré-época da NBA, que um cantor se ajoelha durante o hino norte-americano. Leah Tysse, de raça branca, seguiu o protesto pelo fim da violência contra o negro, no primeiro jogo do Sacramento Kings, em casa.

"Tudo o que posso dizer, é que estamos a ver os nossos jogadores de pé, nestas partidas da pré-época, durante o hino nacional. A minha esperança é que continuem de pé. É a coisa apropriada a fazer", disse Adam Silver, comissário da NBA.

Os protestos ajoelhados durante o hino norte-americano, começaram no final de Agosto, quando Kaepernick recusou-se a ficar de pé, numa partida amistosa do San Francisco 49ers. O caso gerou grande polémica nos Estados Unidos e ressaltou a violência contra os negros no país.