Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

\"Canucos\" disputa a final

11 de Março, 2017

Marina do Clube Náutico de Luanda acolhe hoje a final da disputa infantil de pesca

Fotografia: Dombele Bernardo| Edições Novembro

A final do concurso de pesca infantil \"Canucos\" realiza-se hoje, das 16 às 17h00, na marina do Clube Náutico da Ilha de Luanda, com os pescadores  João Gaeta e Ronâncio Paulo a dominarem as atenções.

O torneio vai encerrar as actividades desportivas que tiveram a duração de um mês, organizadas no âmbito do programa das festividades  do 93º aniversário do Clube Náutico da Ilha de Luanda, assinalado no dia 28 do transacto mês.

O menino João Gaeta, de 11 anos de idade, mantém a pré-disposição apresentada na primeira ronda do concurso “Canucos”, disputada no passado dia 11 de Fevereiro. “Cada vez mais sinto-me bem disposto. Já sonho com o troféu.

 Apenas tenho uma coisa a fazer, manter-me calmo no dia da competição e pescar o maior número de peixe, para garantir a conquista do título”, disse.
João Gaeta espera que os peixes apareçam em grande escala. “A primeira jornada foi pobre em peixes. A marina do CNIL não nos brindou como gostaria que fosse, em uma hora venci a jornada com 12 peixes. Desta vez quero muito mais para darmos o nosso show”, desejou.
No primeiro turno participaram 16 pescadores, duas da classe feminina.

Em uma hora foram pescados 41 exemplares.

A classificação masculina foi a seguinte: João Gaeta (12), Ronâncio Paulo (9), Mário Júnior (4), Valdir Francisco (3), Vanderson Baptista (3), Rafael Abohbot (3), Lucrécio Francisco (1), Rafael Cunha (1), Alberto Franco (0), Mauro Alexandre (0), Eduardo Gomes (0) Nilton Ferreira (0), Luís Janota (0) e André Pombo (0).

Na feminina, Isménia Conceição foi a única que pescou e conseguiu capturar cinco exemplares. Tiane Ventura ficou sem fazer o gosto ao anzol.


PILOTO FINLANDÊS
Hänninen lidera Rali do México


O piloto finlandês Juho Hänninen (Toyota) assumiu o comando do Rali do México, terceira prova do Mundial da especialidade, depois de cumpridas as duas primeiras especiais.

Hänninen foi o mais rápido no total dos dois primeiros troços, disputados em torno de Zocalo, espaço emblemático do centro histórico da Cidade do México, que se estreou este ano na prova.

Os pilotos percorreram por duas vezes os 1,57 quilómetros no espaço considerado património da Humanidade. A Hänninen bastou ser o mais rápido da primeira especial para assumir o comando da prova, até porque, pouco depois, a chuva forçou a concorrência a marcas mais lentas. O francês Sebastien Ogier (Ford Fiesta) ganhou a segunda tirada, mas chuva no troço de estreia deixou o tetracampeão mundial para trás, a quatro segundos do finlandês.