Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Carlos Júlio entre os mais experientes

Silva Cacuti, Rio de Janeiro - 09 de Agosto, 2016

Basquetebol angolano que desde a sua estreia em jogos olímpicos

Fotografia: Jornal dos Desportos

O árbitro internacional angolano Carlos Júlio é dos mais experientes dentre os escolhidos para arbitrar o torneio olímpico de basquetebol do Rio de Janeiro. Aos 44 anos de idade o árbitro leva 19 com as insígnias da Federação Internacional de Basquetebol (Fiba), só superado pelo mexicano José Reyes que, com a mesma idade, conta 22 de Fiba.Carlos Júlio actuou no primeiro dia de competições, na partida entre Canadá e China, em que as canadenses venceram por 90-68, para a primeira jornada do grupo B do torneio feminino.
 Nesta partida fez trio com Juan Carlos Gonzales, da Espanha e Anne Panther, da Alemanha.

O angolano, a marfinense Nadege Zouzou e a marroquina Chaninaz Bousseta    são os únicos africanos, entre 27 árbitros Fiba trazidos ao Rio2016.Carlos José Júlio representa o basquetebol angolano que desde a sua estreia em jogos olímpicos, na edição de Barcelona 1992, pela primeira vez não qualificou nenhuma das suas selecções.Da vasta experiência deste árbitro ressaltam presenças em edições anteriores de jogos olímpicos, mundiais de seniores, sub-19, sub-17, vários torneios da Fiba, Afrobasket´s e outros.Em declarações ao Jornal dos Desportos após a sua indicação, Carlos Júlio prometeu trabalhar e dar o seu melhor a fim de abrir portas a outros profissionais da arbitragem angolana.  “Vamos trabalhar, como é óbvio, para darmos o nosso melhor e criar condições para que outros árbitros angolanos tenham oportunidade”, disse Carlos Júlio na altura.