Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Carlos Lus est cptico

Silova Cacuti - 10 de Março, 2016

Presidente da Federao Angolana de Boxe vai examinar hoje a situao econmica que envolve a Seleco Nacional

Fotografia: Nuno Flash

Apenas uma "ordem superior" de última hora pode permitir à selecção nacional de boxe marcar presença no torneio pré-olímpico que amanhã começa a ser disputado na cidade camaronesa de Yaoundé. O presidente da Federação Angolana de Boxe disse ontem estar céptico em relação à consumação da viagem.

"Estou céptico, mas estamos a aguardar se à última hora se resolvem os empecilhos que temos", disse. Uma fonte da Faboxe revelou ao Jornal dos Desportos que até ontem a selecção não tinha autorização de saída do país.

"Olha, até aqui não recebemos qualquer dinheiro do Ministério da Juventude e Desportos (Minjud). Temos batido às portas e conseguimos algum valor em kwanzas, mas para obter as divisas, o banco exige uma autorização de saída e estamos a aguardar pelo documento do Minjud", revelou.

Sobre o assunto, Carlos Luís disse que prefere esperar e pronunciar-se hoje, já que no momento em que falava ao jornal estava agendada uma reunião entre os responsáveis do Minjud e as distintas Federações.

"Vamos ter uma palavra amanhã. Esperamos que ainda hoje (ontem), na reunião com o Ministério da Juventude e Desportos, haja alguma novidade em relação a esse assunto", prometeu. 

Segundo apuramos, em função dos parcos recursos, Angola não vai estar representada em dez categorias, como era a intenção. Enrique Carrion, seleccionador nacional, pode levar apenas Pedro Gomes (56kg), Ferdinando Pedro (+91kg), Raimundo Gaieta (75kg), Menayami Mbimbi (81kg) e Carlos Masiya (91kg).

Angola detém uma das vice-presidências da Confederação Africana de Boxe, pode ser a ausência notável numa prova em que bateu o recorde de presenças. Estão inscritos 272 atletas de 39 países.

Os pugilistas angolanos podem também ver o seu ranking afectado, caso se consuma a ausência da selecção no torneio que apura para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. No último ranking referente ao mês de Fevereiro, o pugilista angolano Pedro Gomes da categoria dos 56 kg, aparece na 19ª posição mundial, um lugar acima do anterior ranking.

Gomes, bronze do Campeonato Africano e dos Jogos Africanos, mantém os 500 pontos. Outros angolanos também ocupam lugar de destaque, Carlos Masia da categoria de 91kg, melhorou dois lugares e está na posição 54, contra a 56ª anterior. Adilson Ramiro, 64kg, surge pela primeira vez na posição 55, tal como Menayami Mbimbi, 67º do ranking, dos 81kg.