Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Carto Jovem Angola facilita incluso

Helder Jeremias - 05 de Dezembro, 2019

Fotografia: Aro Martins (Hula)/Edies Novembro

A nova geração de automobilista e motociclistas encara com elevada expectativa a expansão do Cartão Jovem Angola em todas as províncias, depois da cerimónia oficial realizada quinta-feira última, no Cinemaxa, Urbanização Nova Vida, em virtude da possibilidade da obtenção de consideráveis descontos na aquisição de motorizadas e demais equipamentos no mercado nacional.
O Jornal dos Desportos constatou a felicidade por parte de pilotos e responsáveis de equipas quanto a concordância de que o advento vai permitir uma inclusão maior de desportistas nas competições de desportos motorizados, na medida em que os descontos  a serem aplicados pelas empresas inseridas no projecto "Cartão Jovem Angola" representa uma garantia, que passa por  aliviar os altos custo que caracterizam o mercado nacional, sendo um dos principais obstáculos ao desenvolvimento do desporto nacional.
O destaque recai para os jovens que actuam na categoria dos 450cc do Campeonato Provincial de Motocross de Luanda, com faixa etária entre os 14 e 17 anos, já que o Cartão Jovem Angola, criado pela empresa Sgar Gestão de Empreendimentos, com apoio do Ministério da Juventude e Desportos, visa conceder descontos aos jovens que tenham entre os 15 e 35 anos de idade na ordem dos 20 por cento, junto das diversas superfícies comerciais existentes no país.
Apesar da fase inicia estar ainda confinada na capital do país, pilotos residentes nas várias províncias que massificam os desportos motorizados de forma acelerada, tal como Benguela, Huíla, Namibe, Malange, Cuanza Sul, Cabinda e Lunda Sul, acreditam que o Cartão Jovem seja uma demonstração de que existe no país pessoas comprometidas com o desenvolvimento da juventude, em qualquer que seja a sua área de actuação, partindo do pressuposto de que, além da compra de uma vasta gama de produtos, outros serviços, desde a saúde, lazer e educação, também podem ser usufruídos com custos mais acessíveis.
O director-geral da Sgar, Raul Alexandre, disse aos órgão de comunicação social que a grande adesão que o projecto está a verificar por parte da juventude transmite uma ideia sobre a relevante importância do instrumento que tem como fim dar maior abertura para pessoas que tenham vocação para o empreendedorismo, limitadas pela falta de recursos, numa altura em que, segundo revelou, haverá a contratação de mil utentes do carão para se tornarem vendedores de serviços das empresas parceiras.
Raul Alexandre recorda da sua experiência enquanto esteve a fazer a sua formação académica em Portugal, a sua adesão ao Cartão Jovem Portugal foi uma grande oportunidade que se abriu diante de si para consumar os seus objectivos, quer no domínio académico, quer na componente lúdica, razão pela qual "sabendo que a juventude angolana se depara com a crise financeira, procuramos encontra uma solução que, de certo, não vai acabar com todos problemas, mas pode aliviar, de forma considerável, as dificuldades que esta importante franja social atravessa".
Apesar do Ministério da Juventude e Desportos não se ter feito representado por nem um funcionário da instituição liderada pela ministra Ana Paula do Sacramento Neto, a cerimónia ficou marcada pela presença, em grande número, de representantes das empresas filiadas, com particular realce para  bancos comerciais e grandes superfícies que garantiram implementar os descontos ente aos cinco e quarenta por cento a todos os clientes que se fazem acompanhar do cartão e respectivo Bilhete de Identidade.