Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Catarino Domingos desce no ranking

Álvaro Alexandre - 16 de Setembro, 2014

O Mestre Fide (MF) Catarino Domingos perdeu a liderança do ranking nacional, na última actualização realizada no dia 1 do corrente mês, pela Federação Internacional de Xadrez (Fide). A gestão do comando durou apenas um mês, o xadrezista angolano baixou para a segunda posição com 2253 pontos, devolvendo lugar ao Mestre Internacional Adérito Pedro, com 2276 pontos.

No período analisado pela Fide, o Mestre Fide Catarino Domingos perdeu 27 pontos, de 2280 para 2253, consequência da menos conseguida prestação na 41ª Olimpíada de Xadrez 2014, disputada na cidade de Tromso, Noruega.O posto foi recuperado pelo Mestre Internacional (MI) Adérito Pedro. Mantém-se com os 2276 pontos, alcançados em Agosto último, no Campeonato Nacional Individual Absoluto. Na competição ficou na nona posição com 5 pontos. O grande vencedor do nacional absoluto foi o Candidato a Mestre João Simões, com 6,5 pontos.

Angola é 96ª na classificação do Top 100 da Fide. No activo o país tem 24 atletas titulados na Fide, entre os quais oito Mestres Internacionais.A distribuição dos lugares está escalonada desta maneira: MI Adérito Pedro (2276), MF Catarino Domingos (2253), Candidato a Mestre (CM) João Simões (2233), Mi Amorim Agnelo (2229), CM Tito Agostinho (2211), MI Erikson Soares (2210), Manuel Alberto (2187), MI Armindo Sousa (2187), Adriano Pacavira (2179), MF Eduardo Pascoal (2176), MF João Francisco (2165), MI Luciano Oliveira (2162), MF Ediberto Domingos (2161), CM Sérgio Miguel (2158), CM Cambando José (2139), Armando Angelico (2131), Casimiro António (2129), Carlos Fernandes (2094), Cláudio Félix (2091) e João Mário (2083).

Em feminino, Valquíria Rocha (1778), segunda classificada do Campeonato Nacional com 7 pontos, é a líder e 50ª do quadro geral. O segundo lugar é ocupado por Sónia Rosalino (1741), campeã nacional com 7,5 pontos.Nas posições imediatas estão a Mestre Internacional Esperança Caxita (1765), Maria Domingos (1729), Engrácia de Jesus (1662), Margarida Sussu (1631), Irineia Gabriel (1594), Domingas Tavares(1569), Candidato a Mestre Fátima Reis (1563), Henriqueta Pires (1558), Engrácia Oliveira (1556),  Joana Constantino (1529), Luzia Pires (1521),  Delfina João (1468), Analtina Francisco (1412),  Rosa Fernandes (1391), Ana dos Santos (1351), Ângela Domingos (1338) e Albertina Mangueia (1288).

A nível de África, o Egipto é o país melhor posicionado no Top 100 do ranking mundial, ocupando o 48º lugar. A federação egípcia de Xadrez tem 63 atletas titulados na Fide, destacando-se quatro Grandes Mestres (GM) e 27 Mestres Internacionais (MI).Os dez melhores países do mundo são os seguintes: Rússia (228 GMs, 503 MIs e 2254 xadrezistas titulados na Fide), China (34 GMs, 30 MIs e 136 xadrezistas titulados na Fide), Ucrânia (83 GMs, 199 MIs e 513 xadrezistas titulados na Fide), França (48 GMs, 102 MIs e 373 xadrezistas titulados na Fide), Arménia (37 GMs, 23 MIs e 103 xadrezistas titulados na Fide), Índia (36 GMs, 79 MIs e 245 xadrezistas titulados na Fide), Hungria (52 GMs, 115 MIs e 434 xadrezistas titulados na Fide), Estados Unidos (85 GMs, 126 MIs e 635 xadrezistas titulados na Fide), Holanda (33 GMs, 80 MIs e 308 xadrezistas titulados na Fide) e Polónia (38 GMs, 100 MIs e 348 xadrezistas titulados na Fide).