Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Cavaleiros angolanos treinam em Portugal

21 de Março, 2015

Equipa de desporto equestre compete em Abril no Grande Prémio de Salto em terras lusas

Fotografia: Jornal dos Desportos

Duas sessões de treino, marcam  o começo do mini-estágio da Selecção Angolana de Desporto Equestre, de antecâmara à disputa do Grande Prémio Internacional de Salto, denominado “Quatro Estrelas”, prova a decorrer de 30 a  4 de Abril, em Vila Moura (Portugal). 

Durante os dias que antecedem a competição, o seleccionador nacional Caly Mendonça vai aproveitar os dias de treinos para moldar os  atletas de acordo com os níveis exigidos para a prova.  O ensaio de saltos e corridas deve dominar a preparação do combinado nacional até  à véspera do Grande Prémio. Nesse período, o treinador espera ter também os cavalos dentro dos ritmos competitivos desejados.

Integram a Selecção Nacional de Desporto Equestre, os atletas Ricardo Chimbunbi, Alexandre Saluquene, Nerida Dala, Catarina Serra e Rodney Jonschapp, do Centro Hípico Gimunalu , Fábio André e Luana do Carmo, ambos da Polícia Montada.

É a primeira participação internacional de uma selecção angolana nas provas organizadas pela Federação Equestre Internacional. O convite para Angola integrar o grupo de 30 países inscritos para a competição, surgiu na sequência da admissão da FEQUANGOLA a membro efectivo da FEI, durante a assembleia-geral da instituição, realizada em Novembro do ano passado, em Genebra, Suíça.

A delegação angolana é chefiada pelo presidente da Federação, general José Alfredo “Ekuikui” e integra, ainda, os vice-presidentes Carlos Mendonça “Caly” e Ginga Almeida e o secretário-geral Paulo Alexandre.

De acordo com o principal executivo da Federação, a Selecção Nacional definiu como objectivos na competição a participação sem olhar a conquista de títulos como propósito imediato. Paulo Alexandre acrescentou que o importante nesta estreia do desporto equestre no palco internacional é a busca de experiência.

“Este Grande Prémio é um concurso internacional de salto em que competem as selecções da elite do desporto equestre mundial. Vai ser a primeira grande aparição de Angola e esta nossa participação está também inserido nos festejos dos 40 anos da Independência Nacional”, garantiu o secretário-geral da FEQUANGOLA.