Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Cazaquistão surpreende Itália

10 de Março, 2015

A Austrália enfrenta a grande surpresa dos quartos-de-final, o Cazaquistão

Fotografia: AFP

Depois das classificações antecipadas da Sérvia e França, que fecharam no sábado os seus confrontos com a Croácia e Alemanha, respectivamente, no domingo foi a vez da Grã-Bretanha, França, Bélgica, Canadá e Austrália conseguirem um lugar nos quartos-de-final da Taça Davis.

Actual vice-campeã, a França perdeu os dois jogos com a Alemanha neste domingo em Frankfurt, ambos disputados em três sets porque o confronto já havia sido definido na véspera. Philipp Kohlschreiber derrotou Gilles Simon, e Jan-Lennard Struff passou por Nicolas Mahut.

Os 'Bleus' têm pela frente nos quartos a Grã-Bretanha, que entrou no domingo com vantagem de 2-1 sobre os Estados Unidos. Andy Murray confirmou o favoritismo diante John Isner, vencendo em sets directos, e de nada importou a desistência de James Ward no segundo set contra Donald Young na partida de fundo.

Mesmo sem Novak Djokovic em quadra, a Sérvia fez 5-0 sobre a Croácia em Kraljevo, com triunfos de Filip Krajinovic e Viktor Troicki sobre Franko Skugor e Mate Delic, respectivamente. O dia marcou a eliminação das duas últimas campeãs, a Suíça, detentora do título, e a República Checa, vencedora nas duas temporadas anteriores.

Em Liège, os suíços, desfalcados de Roger Federer e Stan Wawrinka, começaram o dia a perder com a Bélgica por 2-1. Henri Laaksonen até obteve o segundo ponto dos visitantes ao bater Steve Darcis em cinco sets. Mesmo lesionado, David Goffin decidiu a favor dos donos da casa ao derrotar Adrien Bossel por 3-0. Os belgas têm pela frente o Canadá, que eliminou o Japão.

No único duelo entre tenistas do top-10 desta fase da competição, o japonês Kei Nishikori, número quatro do mundo, levou a melhor sobre o canadiano Milos Raonic, número seis, em cinco sets. Contudo, na partida decisiva, Vasek Popisil superou Go Soeda. Sem Tomas Berdych nem Radek Stepanek, a República Checa caiu diante da Austrália, segunda maior vencedora da história da Davis, mas que não ia aos “quartos” desde 2006.

O ponto decisivo a favor da equipa 28 vezes campeã foi marcado por Bernard Tomic, que derrotou Lukas Rosol por 3-0 em Ostrava. Com isso, de nada serviu para os donos da casa Jan Mertl ter superado Sam Groth no quinto duelo. A Austrália enfrenta a grande surpresa dos quartos-de-final, o Cazaquistão, que eliminou a Itália em Astana vencendo as duas partidas de simples deste domingo.

Com o Presidente cazaque, Nursultan Nazarbayev, como espectador, Mikhail Kukushkin bateu Andreas Seppi, e Aleksandr Nedovyesov, número 130 do mundo, surpreendeu Fábio Fognini, 22º colocado do ranking da ATP e vice-campeão do Rio Open, há duas semanas.

Bacsinszky vitoriosa
A tenista suíça Timea Bacsinszky, 31ª do “ranking” mundial, venceu hoje o torneio de Acapulco, no México, após uma final que esteve interrompida durante mais de quatro horas, devido à chuva. O encontro começou domingo só ficou concluído hoje, Bacsinszky venceu com alguma facilidade a francesa Caroline Garcia, 29ª da hierarquia.