Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Chefe da Mercedes defende Botas

13 de Dezembro, 2018

O finlands lutou pelo primeiro posto nos GPs do Bahrein, da China e do Azerbaijo

Fotografia: AFP

Com o \"grande circo\" temporariamente fechado, por força do fim da temporada, com a consagração de Lewis Hamilton e da Mercedes, o chefe da equipa germânica, Toto Wolff,  veio a terreiro defender que Hamilton e a Mercedes não teriam vencido os Mundiais de Pilotos e Construtores sem Valtteri Bottas. O finlandês passou o ano sem vitórias, mas o dirigente garante que o piloto manteve o clima positivo dentro do equipa. No segundo ano na Mercedes, Bottas fechou o ano com o quinto posto no Mundial de Pilotos, 161 pontos atrás de Hamilton.
O finlandês lutou pelo primeiro posto nos GPs do Bahrein, da China e do Azerbaijão, mas terminou 2018 sem vitórias.