Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Chefe de equipa nega problemas

17 de Outubro, 2014

Chefe de equipa nega problemas

Fotografia: AFP

O japonês disse, após a prova, que ficou surpreso com a ordem de sair da disputa na volta 21, quando a equipa “simplesmente decidiu parar”. Para Manfredi Ravetto, chefe de equipa, a razão para o abandono do japonês foi um problema de travões e nada tem a ver com a situação financeira da equipa.

“Fiquei bastante surpreso ao ouvir Kamui a falar de alguma instrução para poupar a quilometragem vinda da gerência da equipa. Vimos na telemetria que havia um potencial problema com os travões e decidimos evitar quaisquer riscos”, disse o dirigente.

Ravetto realçou que "Kamui também confirmou oficialmente e tinha pedido à equipa para trocar o jogo anterior antes da classificação, porque sentiu alguma vibração".

Manfredi Ravetto justificou que instruiram Kamui a abandonar, porque a segurança dos pilotos é a primeira preocupação da equipa.

Ravetto reforça a tese de que a equipa de Learfield não sofre de problemas de falta de componentes para os seus carros.

“Quanto ao comentário de Kamui, tudo o que posso dizer é que a equipa progride desde o GP da Inglaterra. Conseguimos classificar-nos muito bem nas últimas duas corridas ao chegar perto da Q2", disse.


HEMUT MARKO
Mito Ferrari
atraiu Vettel


Helmut Marko está perto de encerrar a parceria com o seu pupilo mais predileto na Fórmula Um. O director da Red Bull falou da anunciada saída do alemão da equipa da marca de bebidas energéticas. Para Marko, a Ferrari passou a chamar mais a atenção de Vettel a medida que Fernando Alonso ficava mais distante da equipa de Maranello. Isso levou o actual tetracampeão mundial a assinar com a equipa, embora ainda não tenha sido anunciado oficialmente.

“A Ferrari ainda é o nome da Fórmula Um. É um mito. Todos os pilotos querem ir para lá na sua carreira. Muito disso tem a ver com ilusões. Vettel já venceu por quatro vezes. Agora, é hora do mito e acredito também que é o momento ideal para a mudança. A Ferrari não está bem. Numa situação dessas, qualquer piloto dita as suas condições”, disse.

A primeira suspeita de que algo aconteceria ocorreu depois da pausa de Agosto, segundo Marko. O director não se lembra do momento, mas disse sentir "uma sensação de duas coisas virem juntas".