Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

China recebe mundial de basquetebol masculino em 2019

09 de Agosto, 2015

China ultrapassa Filipinas e ganha organização do Mundial de 2019

Fotografia: AFP

A Federação Internacional de Basquetebol (FIBA) anunciou a China, como sede do Campeonato do Mundo de basquetebol masculino, em 2019. O país disputava com as Filipinas para receber o principal evento da modalidade, realizado a cada quatro anos,  venceu a disputa por 14 votos contra sete.

A decisão foi anunciada pela entidade internacional, durante  a reunião de seu comité executivo, iniciada na sexta-feira em Tóquio. Ao longo do fim de semana, a direcção da FIBA discute outras questões, entre elas se o Brasil vai ter ou não vaga directa nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2016.

“É um grande facto levar o Mundial de 2019 para a China,  tenho a certeza que milhões de fãs estão a compartilhar essa alegria connosco”, celebrou Yao Ming, embaixador da candidatura chinesa. “Eu sei como é,  jogar um torneio de elite em casa, porque estive nos Jogos Olímpicos de Pequim 2008. Ter o Mundial pode inspirar muitas pessoas e especialmente jovens atletas a participar do basquetebol”, completou.

De acordo com a programação inicial, o Mundial da China vai ser disputado em oito cidades: Pequim, Nanjing, Suzhou, Wuhan, Guangzhou, Shenzhen, Foshan e Dongguan. A última edição do torneio ocorreu em 2014 em Espanha, nas cidades de Granada, Sevilha, Ilhas Canárias, Baracaldo, Madrid e Barcelona.

“Essa foi uma decisão muito difícil, porque tivemos duas federações nacionais a fazer um excelente trabalho. Mas só pode ter um país -sede em 2019 e vai ser a China. Estamos ansiosos para o Mundial de 2019, que vai ser o primeiro de uma nova era com 140 equipas a competir por 15 meses, pela oportunidade de estar entre as 32 a jogar na China”, disse o presidente da FIBA, Horácio Muratore.