Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Chingombe pretende revalidar ttulo

PEDRO FUTA - 30 de Janeiro, 2020

O atleta do Petro de Luanda, Venâncio Chingombe, pretende revalidar o título de vencedor da prova pedestre Fuga à Resistência, quando disputar a 10 ª edição da Meia Maratona na próxima terça-feira a  partir das 8h00 na província do Bengo.
Em declarações ao Jornal dos Desportos, Venâncio Chingombe assegurou que está crente na conquista do título em virtude da boa preparação feita.
\"Preparei-me bem e sem sobressaltos, por isso, acredito na revalidação do título\", disse.
O fundista petrolífero reconhece a qualidade competitiva dos adversários, motivo para estar em alerta.
\"Não vai ser uma prova fácil devido à concorrência dos meus adversários\", autentica.
Diógenes José, secretário-geral da Associação Provincial de Atletismo do Bengo, assegurou que já estão registados mais de 500 inscrições de atletas locais (municípios de Caxito, Nambuangongo e Dembos), das províncias do Cuanza Norte, Cuando Cubango e Luanda. Esta última faz-se apresentar com as melhores equipas, mormente, Interclube, Petro de Luanda e 1º de Agosto. As inscrições terminam amanhã.
A Fuga à Resistência é disputada num percurso de 21 quilómetros. O tiro de largada acontece no desvio da Barra do Dande, junto à fábrica de blocos, e o término acontece no Estádio Municipal do Bengo, em Caxito.
A par da Meia-Maratona, a organização faz disputar uma corrida de três quilómetros com tiro de largada defronte à Escola de Quichiquele e término no mesmo Estádio.
A Fuga à Resistência é uma prova da Associação Provincial de Atletismo do Bengo em parceria com o Governo do Bengo e a Federação Angolana de Atletismo. O evento visa homenagear os veteranos da pátria, que no dia 4 de Fevereiro de 1961, iniciaram a luta armada contra a Administração Colonial portuguesa. Por outro lado, tem como objectivo dinamizar a modalidade na província anfitriã.

ALEXANDRE JOÃO
FALHA CORRIDA

O vencedor da última edição da São Silvestre de Luanda, Alexandre João, não vai participar da Meia-maratona a Fuga à Resistência por lesão. O fundista do Interclube está acossado com uma ferida no calcanhar direito e outra no tornozelo.
Em declarações ao Jornal dos Desportos, Alexandre João mostrou-se triste por não fazer parte da festa que homenageia os veteranos da pátria.
\"Estou triste. As feridas impedem-me de participar da corrida Fuga à Resistência\", disse.
Alexandre João continua a fazer as consultas numa clínica da cidade do Cuito, província do Bié, a sua terra natal.
Adelaide Machado venceu a edição passada na classe feminina.