Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Chuva obstaculiza preparação

Álvaro Alexandre - 18 de Março, 2015

Rogério Matos e companheiros escolhem atletas para a selecção na sexta-feira

Fotografia: Jornal dos Desportos

O capitão da Selecção Nacional, Rogério Matos, manifestou ontem em Luanda, uma dose de insatisfação pelas condições adversas encontradas nos locais seleccionados para a realização dos dois dias de treinos, no âmbito da afinação das estratégias para a 24ª edição do Campeonato Mundial de Pesca Desportiva ao Corrico de Alto Mar, a decorrer de 28 de Março a 4 de Abril, na cidade do Lobito.“As chuvas, que invadiram a região do Lobito, transfiguraram o espaço piscatório. Face ao volume de água levado ao mar, a zona apresenta águas esverdeadas, qualidade não ideal para se obter grandes capturas”, disse Rogério Matos.

Para a melhor captura de pescado, o capitão da selecção nacional esclareceu que o espaço deve apresentar “água azulada”.Rogério Matos disse que os peixes de bico estiveram próximo da embarcação utilizada para auxiliar a preparação da pré-selecção nacional, mas poucas vezes visitaram os anzóis. “Os peixes de bico marcaram presença, mas negaram comer a isca colocada nos anzóis. Das
cinco oportunidades, no primeiro treino, apenas capturamos um e na segunda sessão, obtivemos três capturas das quatro oportunidades. As sessões tiveram duração de dois dias”, esclareceu.

Para a captura dos veleiros, a pré-selecção nacional “vasculhou” os melhores locais de todo o perímetro da zona piscatória de Lobito.“A sessão de treino foi direccionada aos veleiros e começámos a nossa actividade no centro com resultado negativo. Variámos para Catumbela, depois para Sul e por último, fomos parar mais ao Norte, numa distância de 40 milhas”, disse.

A última fase da preparação da pré-Selecção Nacional arranca a 25, na Baía do Lobito. A concentração do grupo acontece no dia 24 e vai estar hospedado na casa de trânsito do Banco BAI. No primeiro dia da fase decisiva, os atletas vão cuidar da preparação do material, depois a luta pela titularidade. Angola vai participar com duas equipas e cada uma vai ser integrada por quatro titulares e um suplente.A equipa técnica vai divulgar os dez pescadores da Selecção Nacional e a distribuição (A e B) na próxima sexta-feira.

A pré-selecção Nacional está integrada por Carlos Louro (Team Release),  João Tavira Lopes (Team Kuxica), Júlio Rocha (Team Kuxica), Kevin Jongschaap (Tudo Fish), Luís Van-Dúnem (Cabinda Gulf  Pescadores), Marco Queiroz (Team Calulo), Nuno Abohbot (Team Náutico), Rafael Brigham (Team Release), Sérgio Santos (Team Dourado) e António Garrocho (Dragões).