Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Ciclista sul-africano com controlo positivo

03 de Julho, 2014

O sul-africano Daryl Impey, foi  excluído da equipa Orica-GreenEDGE para a Volta a França, teve um controlo antidoping positivo em Fevereiro, que acusou o recurso a probenecida, anunciou ontem a equipa australiana. O controlo adverso à Impey, o primeiro corredor africano a vestir a camisola amarela do Tour, por dois dias em 2013, remonta a 6 de Fevereiro de 2014, após a vitória no campeonato sul-africano de contra-relógio, tendo a contra-análise confirmado o primeiro resultado.

"Segundo o código de conduta, Daryl Impey não vai voltar a correr até à conclusão do processo", lê-se no comunicado da Orica-GreenEDGE, que realça "respeitar o direito de Daryl Impey  provar a sua inocência". Incluída na lista de substância proibidas da Agência Mundial Antidopagem, a probenecida é considerada pelos peritos um agente mascarante, utilizado para camuflar a utilização de outros produtos interditos.

O espanhol Pedro Delgado acusou probenecida durante a Volta a França de 1988, que veio a vencer. Impey, de 29 anos, sagrou-se campeão de "crono" sul-africano em 2011, 2013 e 2014, tendo ainda no seu historial a vitória na Volta a Turquia de 2009. O anúncio de "positivo" de Impey ocorre poucos dias depois de terem sido anunciados os casos do italiano Diego Ulissi (Lampre-Merida), um dos grandes animadores da última Volta a Itália, que acusou salbutamol na 11ª etapa da prova italiana,  do checo Roman Kreuziger (Tinkoff-Saxo), quinto classificado do Tour'2013, que está a ser investigado por alegadas anomalias no passaporte biológico.