Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Cidade do Namibe acolhe zonal

06 de Maio, 2013

Torneio em várias modalidades terá lugar, na província do Namibe

Fotografia: Jornal dos Desportos

Um torneio em várias modalidades terá lugar de 15 a 23 do mês em curso, na província do Namibe,  soube a Angop, de fonte da organização. De acordo com a responsável da Associação Mulher e Desporto (Amud) Teresa Quarta, o evento vai acolher atletas de Benguela, Kwanza-Sul, Huambo, Cunene e Namibe nas modalidades de voleibol, andebol, atletismo, judo, futebol, karate-dó e boxe.

No âmbito do zonal, haverá uma acção de formação para antigas atletas das províncias envolvidas e outras com nível académico médio, nas categorias de árbitras, monitoras e activistas desportivas. Por seu turno, o governador do Namibe, Isaac dos Anjos, referiu que a actividade vai servir de ante-câmara para o mundial de hóquei em patins no que concerne a organização de um grande evento desportivo nesta localidade, uma vez que a província deverá acolher uma das séries do campeonato do mundo. 

“Vamos estar mobilizados neste zonal, juntarmos esforços e organizarmos o evento com muita disciplina, organização, solidariedade e tirarmos proveito de tudo quanto vai ser realizado para que no mundial de hóquei possamos já ter uma luz do que é organizar actividades do género “, disse. 

No sábado a Amud e o governo do Namibe assinaram um protocolo tendente a realização exitosa do zonal polidesportivo, tendo o executivo garantido a criação de condições de alojamento, transporte, alimentação, segurança e serviços de saúde para as delegações participantes.



ASSOCIATIVISMO
Idoneidade e maturidade
atraem eventos para o país

As constantes atribuições de organização de eventos desportivos internacionais ao país resultam da maturidade e idoneidade organizativa que Angola tem evidenciado ao mundo e aos organismos mundiais que superintendem as diversas modalidades desportivas. A constatação é do vice-presidente para o futebol do Benfica Petróleos do Lubango, Jackes da Conceição.

O dirigente desportivo indicou a atribuição ao país da organização do 41º Campeonato do Mundo de hóquei em patins, a ser disputado em Setembro próximo nas cidades de Luanda e do Namíbe, como a confirmação do reconhecimento da capacidade organizativa de Angola por parte dos órgãos desportivos internacionais.

Acrescentou que tem concorrido também para esse reconhecimento, a boa gestão administrativa e financeira, que fazem com que as autoridades desportivas mundiais acreditem que o país dispõe de quadros capacitados. “Penso que a atribuição de eventos desportivos continentais e agora mundial, resultam do facto de a nível do mundo, Angola estar a demonstrar maturidade, crescimento, desenvolvimento, capacidade e certa idoneidade organizativa e de gestão do ponto de vista administrativo e financeiro que fazem com que as autoridades desportivas mundiais acreditem que Angola tem capacidade e quadros para acolher essas actividades”, constatou.

Referiu-se a organização em Angola do Afrobasket e dos Campeonatos Africanos das Nações (CAN) de futebol e andebol como sendo outros resultados da capacidade organizativa do país. O vice-presidente do clube encarnado do Lubango, defendeu a necessidade da continuidade da manutenção e preservação da paz, pois entende que os feitos só foram possíveis graças a tranquilidade e ao franco desenvolvimento que Angola tem mantido e demonstrado ao mundo.

“Para que essas actividades continuem ser realizadas e atribuídas é evidente que temos de continuar a trabalhar e a preservar a paz. Quer dizer que hoje só é possível termos esses eventos porque temos um país tranquilo, um país que cresce do ponto de vista do Produto Interno Bruto (PIB), um país que está em franco desenvolvimento”, defendeu.

Disse haver por isso a necessidade de enquadrar o desporto no desenvolvimento que se regista, por ser um factor para o bem-estar social. “E como há desenvolvimento, se deve potenciar também o país do ponto de vista desportivo, porque todos sabemos que o desporto é uma grande simbiose para o alcance e melhoramento de bons níveis de saúde e do bem-estar social”, disse.
Benigno Narciso no Lubango