Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Cidadela acolhe combates de luxo

27 de Março, 2015

Combates de luxo vão animar os ringues no campeonato nacional de boxe na primeira semana de Abril

Fotografia: Jornal dos Desportos

A Federação Angolana de Boxe (Faboxe) faz disputar de 6 a 9 de Abril, o 30º campeonato nacional sénior masculino, no pavilhão principal da Cidadela Desportiva e as equipas participantes devem chegar a Luanda até 5 de Abril.

A prova nacional vai ser disputada nas dez categorias de peso regulamentadas pela Federação Internacional de Boxe, segundo uma nota da Federação Angolana da modalidade em nossa posse.

A prova nacional é restrita a atletas nascidos entre 1975 e 1997 e cada equipa deve ter dez atletas, quatro treinadores e um chefe de equipa. Todos os custos com a participação na prova são da responsabilidade dos respectivos clubes, segundo o mesmo documento.
As equipas que pretendem participar da prova nacional devem confirmar as inscrições até 30 de Março. Segundo apurámos junto de alguns clubes, o campeonato nacional estava previsto para a cidade do Huambo.

O Interclube é o actual campeão nacional, o Electro do Lobito é vice-campeão e o Misto de Saurimo terceiro classificado.
Paralelamente vai ser disputada a terceira edição do campeonato nacional sénior feminino, prova em que o Interclube é também o detentor do troféu.
As províncias de Luanda, Benguela, Cabinda e Lunda Sul a par da Huíla dispôem de atletas com elevados níveis de competitividade.

MISTO DE SAURIMO
PROMETE SURPRESA


A equipa do Misto de Saurimo, terceira classificada do último campeonato nacional, promete voltar a surpreender no campeonato nacional de boxe agendado para o princípio do mês de Abril, em Luanda. A equipa está na fase final da preparação, que decorre em Luanda, segundo Tó Morgado, responsável técnico.
“Estamos a trabalhar bem, temos muita motivação e vamos entrar na prova nacional com os mesmos objectivos da edição passada, a fim de manter ou melhorar a nossa classificação”, disse.