Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Circuito da Baixa acolhe hoje corrida

Hélder Jeremias - 13 de Julho, 2014

Os motores dos monolugares de diferentes categorias roncam nas pistas urbanas da capital duas décadas depois da última prova

Fotografia: João Gomes

Os amantes dos desportos motorizados concentram-se hoje, a partir das 08h00, na baixa da cidade, para assistirem a disputa da primeira edição do Troféu Grande Prémio Cidade de Luanda, em Karting, nas categorias de DD2 e Max, pontuável para o Campeonato Nacional.

O circuito localizado no perímetro entre a Rua Rainha Ginga, Rua do 1º Congresso e Major Canhangulo encontra-se fechado desde às 22h00 de ontem, altura em que os técnicos procederam ao alinhamento da pista. A última prova do género ocorreu há duas décadas.
Um total de quarenta pilotos, subdivididos nas classes de Max/KF juniores, DD2, cadetes e iniciados  concorrem ao certame organizado pela promotora Rodas & Eventos, em parceria com o Ministério da Juventude e Desportos e o Banco de Comércio e Indústria, no âmbito da promoção dos Jogos  da Comunidade de Países de Língua Oficial Portuguesa (CPLP).

Coordenado pelo presidente do Grupo de Líderes Empresarias Angolanos, Leonel da Rocha Pinto, o certame também tem como objectivo promover a cultura e a paz no seio da Juventude, é organizado todos os anos e em diversas províncias, com o intuito de captar e promover pilotos talentosos com potencialidades para representar o país na Fórmula 1.

O período das 7h00 às 8h00 está reservado  à verificações técnicas, seguindo-se  treinos livres, verificações técnicas, treinos cronometrados. A apresentação do regulamento da Federação Angolana dos Desportos Motorizados está marcada para as 12h00, ao passo que a primeira manga sai da grelha às 13h20.

O organizador da prova, Isaac Rodrigues "Zaza", disse, em declarações ao Jornal dos Desportos, que estava satisfeito “pelo facto do Karting estar a merecer mais atenção por partes de algumas instituições, de forma a  que o Grande Prémio Cidade de Luanda vem para confirmar a popularidade do automobilismo no plano desportivo nacional”. A responsável pelos Serviços de Emergências médicas, Cecília Prazeres, garantiu a disponibilidade de meios e efectivos suficientes para actuar em caso de necessidade. “A população deve primar pelo cumprimento das medidas de segurança e evitar tumultos na altura da competição”, disse.