Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Circuito da Nossa Senhora fica de fora

Benigno Narciso, no Lubango - 25 de Setembro, 2013

Nossa Senhora fica de fora, circuito

Fotografia: Jornal dos Desportos

O circuito automobilístico da Nossa Senhora do Monte, na cidade do Lubango, já não responde aos requisitos e exigências necessários para a realização com segurança de provas, quer a nível nacional, quer internacional.

O crescimento urbanístico que se regista ao longo do perímetro do traçado, como residências, unidades hoteleiras e similares e outras estruturas erguidas a curta distância do asfalto, o que representa um perigo para os pilotos em caso de despiste, é apontado como um dos principais factores que estão na base da actual falta de aptidão do circuito.

A constatação foi expressa por Augusto Diogo, presidente cessante e membro honorário da Associação Provincial dos Desportos Motorizados da Huíla.
Augusto Diogo, director de prova do último Grande Prémio de automobilismo que o circuito recebeu, no passado mês de Agosto, acrescentou que a realidade do traçado não se conforma com a potência e cilindrada das máquinas modernas que alternam e alcançam grandes velocidades em tempo ínfimo, o que contrasta com o pouco espaço de manobra para os pilotos.

O circuito foi concebido há várias décadas para a realização de provas de automóveis de outra realidade, com fraca e baixa capacidade e pouca velocidade, pelo que já não se adequa à realidade das máquinas modernas, sublinhou.

O responsável considerou que nos pontos ou locais destinados a barreiras de protecção estão muros, paredes, arames de vedação e outros tipos de vedações de residências e outras construções que retiram a verdadeira essência e segurança do circuito.

“Temos de admitir que hoje o circuito já não satisfaz. Temos grandes deficiências que vão desde a falta de segurança, falta de espaço e escapatórias para os pilotos. Nos locais destinados a barreiras de protecção está um muro, parede, arame ou outro obstáculo, fatal para o piloto em caso de despiste.

Por outro lado, não responde à potência das máquinas modernas porque foi concebido para motores de outros tempos no passado”, indicou.
O circuito automobilístico é o palco das tradicionais e internacionais corridas de automóvel e motociclismo, denominadas GP Nossa Senhora do Monte, que se disputam anualmente no último domingo do mês de Agosto.
Benigno Narciso, no Lubango