Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Clube de Luanda enaltece Minjud

Hélder Jeremias - 14 de Abril, 2016

No que toca à organização interna, o dirigente informou que está prestes a findar o prazo para apresentação das listas candidatas

Fotografia: Jornal dos Desportos

A atenção que o Ministério da Juventude e Desportos prestou ao Clube de Ténis de Luanda (CTL) mereceu aplausos da direcção liderada por Ernesto Monimambo, durante o presente ciclo olímpico.

O apoio concedido permite a sustentação das instalações desportivas (courts e área social), que enfrentam dificuldades em diferentes sectores.

Em declarações ao Jornal dos Desportos, o secretário executivo do CTL, Hélio José "Dedé", enalteceu o Minjud pelo apoio prestado na primeira fase das obras de reabilitação dos courts em finais do ano transacto, no âmbito da realização dos Jogos da SADC, que acontecem em Dezembro.

"É uma alegria quando recebemos luz verde das nossas autoridades para levarmos a cabo empreitadas que engrandecem o nosso país, no meio de todas as dificuldades", disse.

O dirigente revelou que o clube tem passado por vicissitudes para manter-se activo, com falta de recursos financeiros. Por natureza, o ténis acarreta custos elevados, contrariamente às modalidades colectivas. Por amor, a persistência de grande parte de sócios inspira grandes "engenharias" financeiras, que alimenta a sobrevivência dos tenistas inscritos no clube.

"Reconhecemos que temos muitos desafios a superar, não só no que toca à reabilitação das nossas infra-estruturas, mas também alguns recursos que nos permitam levar o ténis a patamares mais altos", ressaltou.

Perante o gesto de caridade, Hélio José agradece as autoridades nacionais em especial o Ministério da Juventude e Desportos por conciliar a estratégia que esgrimem no acolhimento de torneios de "grande envergadura" em solo pátrio, como são os Jogos da SADC.

"Estamos cheio de esperança, porquanto o Ministério da Juventude e Desportos deu-nos luz verde que permita augurar dias melhores", avançou Hélio José.

Outro motivo de alento está ligado à possibilidade do Clube de Ténis de Luanda gerir novas instalações a serem erguidas no município de Belas, próximo ao Estádio 11 de Novembro, entre outros projectos do governo para a massificação do desporto nacional, segundo Hélio José.

No que toca à organização interna, o dirigente informou que está prestes a findar o prazo para apresentação das listas candidatas para as eleições dos corpos sociais para o ciclo olímpico 2016/2020, muito "embora tudo aponte para a existência de um elenco disposto a assumir a liderança da instituição"