Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Clubes de Luanda querem mudanças

Rosa Napoleão - 15 de Maio, 2014

A Associação de Taekwondo de Luanda conta com um total de 32 academias reconhecidas.

Fotografia: Nuno Flash

A organização interna dos clubes é a principal actividade da Associação Provincial de Taekwondo de Luanda a partir desta semana, com vista a garantir bons rendimentos. A confirmação veio de Faustino Quissongo, presidente da instituição. O dirigente desportivo falava ao Jornal dos Desportos, referiu que a decisão de se reverem os mecanismos de trabalho e de fiscalização dos clubes existentes, foi abordada no passado encontro de auscultação que contou com a presença de membros e atletas de cinturões negros de Luanda.

"O programa foi agendado no encontro que tivemos com os membros, por termos constatado alguma desorganização no seio dos clubes, que deve ser revisto. No programa consta activar políticas novas para o desenvolvimento da modalidade, como competições semanais para todos os escalões e sexos, propostas para o pagamento de jóias (que venham beneficiar os clubes, escolas e academias), assim como os métodos para o sistema de pagamento de inscrições para as épocas desportivas", disse.

Faustino Quissongo assegura que após as reformas, a instituição vai estar melhor preparada para enfrentar os desafios. "Vamos superar as falhas existentes que são motivos de reclamações dos clubes, como as condições de treino e a ausência de competições regulares", explicou. A Associação de Taekwondo de Luanda conta com um total de 32 academias reconhecidas.
ROSA NAPOLEÃO