Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

COA reúne hoje jornalistas em Viana

21 de Fevereiro, 2015

Aniversário do COA marcado com várias actividades programadas com destaque o encontro com os profissionais da comunicação social

Fotografia: Jornal dos Desportos

No âmbito do 36º aniversário do Comité Olímpico Angolano (COA), assinalado na última terça-feira (17 de Fevereiro), várias actividades foram programadas com destaque para o encontro de hoje com os jornalistas, na Vila de Viana, em Luanda.

 O acto denominado “Pequeno-almoço com a imprensa” vai realizar-se no período das 10 às 13 horas, no Projecto Olimpafrica, em Viana, de acordo com o secretário-geral do COA, António Monteiro “Bambino”, em declarações a Angop.

O  programa começou terça-feira, no estádio dos Coqueiros, com a realização de actividades de basquetebol, atletismo e ginástica com crianças de algumas creches situadas nesta cidade.

Fundado em 1979, pelas Federações nacionais: andebol, atletismo, basquetebol, futebol, ginástica, hóquei em patins, judo, natação, voleibol e  xadrez,  o COA é uma instituição sem fins lucrativos, autónoma e que no exercício da sua acção exclui qualquer discriminação de ordem política, social, étnica, racial e religiosa.

No mesmo ano, no mês de Outubro, foi reconhecido pelo Comité Olímpico Internacional (COI), na reunião da Comissão Executiva em Nagoya e ratificado na sua sessão de Fevereiro de 1980, em Lake Placid City.

O COA, que teve como primeiro presidente Augusto Lopes Teixeira, tem como principais objectivos: divulgar, desenvolver e proteger o Movimento Olímpico e o Desporto em geral, preservar a sua autonomia e resistir a quaisquer pressões de ordem política, religiosa ou económica que o possam impedir de conformar à Carta Olímpica.

Actualmente, a instituição é presidida por Gustavo da Conceição. Entretanto, o espaço onde foi edificada a primeira fase do projecto olimpafrica, no município de Viana, vai receber obras de reabilitação, ainda este ano, com destaque para o arrelvamento do campo de futebol, colocação de pista para atletismo e cobertura da quadra para modalidades de sala, apurou a Angop, em Luanda.

De acordo com o secretário-geral do Comité Olímpico Angolano (COA), António Monteiro “Bambino”, o campo para a modalidade “rainha” vai  beneficiar de relva sintética, enquanto a área de atletismo passa a ter a pista de tartan.

 “Já temos energia eléctrica no local, desde final de 2014 e pensamos que ainda este ano teremos o processo de iluminação concluído”, explicou o antigo nadador.

De acordo com a fonte, a segunda fase das obras estão  previstas para o último trimestre deste ano, contempla a construção da sede do COA, actualmente localizada no complexo da Cidadela Desportiva.

O projecto Olimpafrica, afecto à Solidariedade Olímpica, vai ser transferido do município de Viana, em Luanda, para outra província do país, face ao crescimento populacional nesta área da capital, sendo potenciais candidatas Bengo e Cunene.

O Olimpafrica é um projecto que visa dar mais dignidade às actividades desportivas em zonas remotas, cuja implementação em Angola data de 1992 e a sua primeira fase foi concluída em 2001.