Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Comissão de gestão remodela circuito

Hélder Jeremias - 21 de Janeiro, 2015

Comissão de gestão da Associação de Luanda pretende elevar qualidade do motocross praticado no país

Fotografia: M.Machangongo

A Comissão de Gestão da Associação Provincial de Motocross de Luanda, reunida sábado último com pilotos e dirigentes de equipas, deliberou a remodelação urgente da estrutura física do circuito Jorge Varela, tendo em vista o início do campeonato provincial agendado para o dia 28 de Março, com a disputa do Grande Prémio "Fernando Varela", em homenagem ao antigo presidente da instituição.

Afectada pelas fortes chuvas que se abateram sobre Luanda no ano transacto, a pista do Gamek encontra-se em avançado estado de degradação. Porém, o actual quadro vai ser invertido a breve trecho. Os associados aprovaram, por unanimidade, a necessidade de proceder profundas alterações de forma a dotá-la de maior consistência técnica.

Em comunicado, a comissão de gestão agradeceu a presença em massa dos associados, "facto que deixa perceber o entusiasmo da classe em ver resolvidas todas as questões que emperram o desenvolvimento do motocross" e apela ao esforço de todos para que os objectivos preconizados sejam materializados.

O documento adianta que "a pista vai ser composta de seis saltos duplos, um sector com cavalinhos (quebra-molas), três lançamentos". Os técnicos vão proceder também ao aumento da recta defronte do salto da mesa principal, aumento dos paredões, eliminação de uma das subidas ao monte e transladação das boxes para a zona nordeste, junto à antena da Unitel.

Os pilotos presentes no conclave mostraram-se satisfeitos com o projecto. Em reacção, disseram que a nova configuração vai exigir maior nível técnico dos concorrentes, além de tornarem a pista mais resistente aos efeitos erosivos das quedas pluviométricas. Os dirigentes defendem, por outro lado, medidas profilácticas para que a população deixe de depositar ao longo da pista resíduos sólidos que também prejudicaram os trabalhos da época transacta.

Outra boa nova que agrada à família do motocross é o facto da época 2015 ser disputada em alternância nos circuitos do Zango e do Gamek, um pressuposto que, além de proporcionar alegria à população de ambas as localidades, também vai dar celeridade no desenvolvimento técnico dos concorrentes, em função das distintas características que cada uma das pistas apresenta. 

"Os membros da comissão de gestão conhecem bem os meandros do motocross. Por isso, não vão ter grandes dificuldades para implementar o programa que gizaram", disse Pedro Silva "Xerife".

O especialista em circuitos acrescentou que "é necessário que cada uma das personalidades que se revêem na modalidade dê a sua quota-parte no sentido de ajudar na resolução dos problemas".