Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Comisso de Gesto evita paralisao

Hlder Jeremias - 30 de Dezembro, 2019

Fotografia: Dr

O motocross angolano vivenciou um dos períodos mais difíceis dos últimos tempos, não obstante a realização de sete das oito provas previstas no calendário do Campeonato Provincial de Luanda, sob a égide da Comissão de Gestão, liderada por Osvaldo Gouveia.

Depois da saída de Carlos Soweto da presidência da Associação Provincial, motivada pela pressão dos associados, devido à alegada falta de transparência na gestão dos meios técnicos e financeiros, o destino do motocross luandense parecia estar entregue à sua sorte. A comissão de gestão criada, então coordenada por Carlos Moreira e Osvaldo Gouveia, como auxiliar, teve de suportar as agruras.

Em função dos problemas administrativos, o Campeonato Provincial de Luanda arrancou apenas no dia 5 de Maio, com um evento marcado pela presença em grande força dos amantes da modalidade no circuito Jorge Varela.

Carlos Moreira abdicou do cargo de coordenador de comissão por constatar a canalização dos recursos financeiros para uma conta gerida por um antigo administrativo. Com o abandono da \"pista\", Osvaldo Gouveia lidera o comando da instituição.

O campeonato provincial de Luanda  também fez disputar provas nas províncias da Huíla (Grande Prémio Caconda e GP Quilengues) e de Malanje (GP Kizomba Ku Malanje). O piloto do Team Tranchipeta, Fernas Baptista, foi consagrado vencedor de 2019 da categoria de 250cc. É o primeiro título da carreira do piloto de Benguela na competição de Luanda. No currículo, ostenta o bi-campeonato angolano. Por falta de meios financeiros, a Federação Angolana de Desportos Motorizados não realizou o Campeonato Angolano de Motocross.