Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Comissão eleitoral recusa listas B e C

Rosa Napoleão - 12 de Outubro, 2016

Actualmente, o taekwondó conta com o funcionamento das Associações Provinciais de Luanda, Bengo, Malanje

Fotografia: Jornal dos Desportos

A ausência de subscrições das listas B, de Adinaldo da Conceição, antigo praticante de taekwondó, e da lista C, de António Feliciano, ex -presidente interino da Federação Angolana da modalidade, forçaram o afastamento da corrida ao pleito eleitoral, que acontece no próximo dia 22 de Novembro. Questionado sobre a veracidade das listas apresentadas,

Antunes António, presidente da comissão eleitoral, disse ao Jornal dos Desportos, que as candidaturas (B e C) não apresentaram nenhuma subscrição, o que não é permitido no regulamento
eleitoral.

"Toda a candidatura deve ser acompanhada de subscrição. Isso, é ter uma declaração de vontade emitida pelos associados no sentido de apoiarem a candidatura de uma lista concorrente. Estes dois candidatos não tiveram apoio de nenhum associado, o que torna inválidas as candidaturas", aclarou.

Das três candidaturas abertas no passado dia 28 de Setembro, resta a lista A liderada pelo presidente cessante, Carlos Mupei, que pretende mais quatro anos para dar continuidade aos programas inacabados, no primeiro mandato à frente da Federação. Neste momento, decorre o período da campanha eleitoral que perdura até o final do mês corrente.

André António trabalha na Comissão Eleitoral, coadjuvado por Pedro da Silva (vice -presidente) e Hélder Peliganga (secretário). Actualmente, o taekwondó conta com o funcionamento das Associações Provinciais de Luanda, Bengo, Malanje, Benguela, Huíla, Cunene, Cuando Cubango e Moxico