Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Comisso Tcnica da FAX declina responsabilidade

Antnio Assis - 23 de Agosto, 2018

Adrito Pedro fora da Seleco para as Olimpadas da Gergia

Fotografia: Jose Soares

Sr. Director, Tendo em conta a notícia veiculada pelo Jornal dos Desportos na sua edição de 16 de Agosto de 2018 com o título “Adérito Pedro fora da Selecção para as Olimpíadas da Geórgia”, a Comissão Técnica Nacional de Xadrez em direito de resposta às citações do artigo que a menciona como a fonte da informação, mas que esta declina qualquer responsabilidade sobre os argumentos mencionados no artigo.
Vem a Comissão Técnica Nacional de Xadrez, como órgão estatutário da Federação Angolana de Xadrez, informar o jogador, a  comunidade xadrezista, amigos do xadrez e público em geral, o seguinte:
1. A mensagem veiculada pelo articulista e o Jornal dos Desportos não tem como fonte a Comissão Técnica Nacional de Xadrez, nem algum membro da Direcção da FAX, conforme mencionado na peça. É, sim, de inteira responsabilidade do articulista.
2. O MI Adérito Pedro continua sendo um membro da pré-selecção de Xadrez para os diversos compromissos internacionais que a Federação Angolana de Xadrez se propõe em participar.
3. A FAX não tem nenhum registo sobre qualquer comportamento indecoroso que o jogador tenha tido em BAKU ou em outras provas internacionais em que o mesmo participou.
4. A perda do ponto por não comparência à sala de jogos na Zâmbia, aquando do Campeonato Africano Absoluto, foi justificada com o relatório da organização enviado à Direcção da FAX, confirmando que o Mestre Internacional Adérito Pedro se encontrava, de facto, adoentando, de modo que solicitou a direcção da prova, antecipadamente, que não fosse emparceirado para evitar a derrota e a perda do Elo.
5. A definição das selecções Olímpicas é suportada pelo Regulamento de Participantes e Competições da FAX.
6. A Federação Angolana Xadrez reitera que continua a contar com os préstimos deste valioso jogador, tendo em conta o cumprimento do Plano Nacional de Desenvolvimento do Xadrez, que passa pelo alcance do título de Grande Mestre.
Ao terminar, apelamos aos órgãos de Comunicação Social, em particular o Jornal dos Desportos, para procurem obter informações sobre as actividades xadrezísticas da Federação Angolana de Xadrez e os seus órgãos junto das pessoas credíveis e autorizadas de modo a evitarem-se informações que denigram a imagem dos agentes do desporto e desrespeitem figuras que com muitos sacrifícios defendem, defenderam ou que venham a defender as cores nacionais.
Sem outro assunto de momento, aproveito o ensejo para lhe renovar os protestos da nossa mais alta estima e consideração.
A Comissão Técnica Nacional de Xadrez em Luanda, aos 20 de Agosto de 2018. O vice-presidente