Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Comissão termina vistoria no Cunene

Rosa Napole?o - 03 de Agosto, 2017

A título de exemplo citou a Associação de Luanda com 15 clubes

Fotografia: Jornal dos Desportos

Depois de ter trabalhado nas províncias de Benguela, Huambo e Huíla, a Comissão de Gestão da Federação Angolana de Taekwondó viaja na próxima segunda-feira para Cunene para avaliar a funcionalidade e a legalidade dos clubes e da Associação. É a última visita de constatação agendada no calendário de actividades.

Criada em Assembleia geral extraordinária, a Comissão de Gestão está a fiscalizar as associações e os clubes com direito a voto nas eleições de corpos sociais da Federação. Desde a criação, várias agremiações estão catalogadas. Em declarações ao Jornal dos Desportos, João Araújo, membro da Comissão de Gestão, assegurou que \"as vistorias nas associações provinciais são importantes, porquanto permite confirmar os dados em posse\" da instituição.

\"Achamos conveniente confirmar os dados ao invés de receber apenas as informações, muitas das quais deturpadas. Passámos nas províncias com maior foco desportivo (Benguela e Huambo) e vamos terminar no Cunene, onde existem três clubes\", esclareceu.
Do trabalho apurado, João Araújo revelou que alguns clubes estão legalizados e gozam de direito de voto nas eleições na Federação. A título de exemplo citou a Associação de Luanda com 15 clubes

. O Jornal dos Desportos apurou que as províncias do Huambo tem 11 clubes legalizados, Huíla (12), Benguela (7), Cunene (3), Moxico (3), Uige (2), Bengo  (1) e Cuanza Sul (1). Após a visita ao Cunene, a Comissão de Gestão vai encaminhar o relatório ao Ministério da Juventude e Desportos que vai marcar a data de realização da Assembleia Geral extraordinária para a eleger a Comissão Eleitoral e a data de eleições na Federação.

A Comissão de Gestão é coordenada por João Araújo e é coadjuvado por Manuel Gomes e os vogais André Luciano, Leonel Pinto e Manuel Fernandes. A conquista de quatro medalhas nos Jogos da Lusofonia, através de Manuel Yango, Sandra António, Rosalina Claudina e Suzaneth Rosário, foi o maior destaque do taekwondó nacional nos últimos três anos.         
RN