Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Comit Olmpico Angolano defende cooperao com Cuba

Gaud?ncio Hamelay | no Lubango - 04 de Fevereiro, 2017

Para o lder olmpico Angola tem de apostar essencialmente na diplomacia desportiva e formar os quadros de que necessita

Fotografia: Domingos Cadncia

O presidente do Comité Olímpico Angolano, Gustavo da Conceição, defendeu nesta quinta-feira, em Luanda, o reforço da cooperação com Cuba para melhorar os resultados desportivos de Angola.

Para Gustavo da Conceição, existem evidências de que Cuba é um dos melhores no domínio dos desportos, particularmente de lutas, e por isso pode ajudar na formação e no desenvolvimento de desportistas angolanos.

O dirigente do Comité Olímpico Angolano falava à Angop na cerimónia de homenagem e outorga do “selo comemorativo pelo 50º aniversário da epopeia do Cerro Pelado”, ao general António dos Santos França “Ndalu”, por ter feito parte da equipa de futebol cubana aos X Jogos Pan-americanos, realizados de 11 a 25 de Julho de 1966, em San Juan, Porto Rico.

Gustavo da Conceição acredita que Cuba não teria dificuldades em ajudar a desenvolver as capacidades desportivas de profissionais angolanos, depois de ter sacrificado muitos dos seus "filhos" pela integridade do solo pátrio do parceiro africano.

Para o líder desportivo, Angola tem de apostar, essencialmente, na diplomacia desportiva e formar os quadros de que necessita para desenvolver o país. Pelas suas habilidades desportivas com passagens pelo Sporting de Portugal e Académica de Coimbra, o general Ndalu foi enviado pelo MPLA a Cuba, em 1962, para formação, mas em 1966 foi cooptado para a selecção de futebol cubana.

Integrou a selecção que participou nos X Jogos Pan-americanos em Julho de 1966, em San Juan, Porto Rico. A delegação cubana sofreu vários entraves para chegar a Porto Rico, ante as sanções e bloqueio económico americano imposto à Cuba.

Na altura, a embarcação que a transportava a delegação desportiva teve de atracar no alto mar, atingindo a terra para competição apenas por barcaças.