Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Construo do pavilho em Fevereiro

Hlder Jeremias - 14 de Dezembro, 2014

Alves Simes disse que a construo do novo pavilho faz toda a diferena para o prestgio do clube da Polcia

Fotografia: M. Machangongo

O presidente do Clube Desportivo Interclube, Alves Simões, disse na última sexta-feira, em Luanda, que a construção do novo pavilhão multiusos tem como principal objectivo a inserção de um leque mais diversificado de modalidades de salão na alta competição.

Em declarações a imprensa, no final da cerimónia de homenagem prestada pelo ministro do Interior, Ângelo de Barros Veiga Tavares, à equipa sénior feminina de basquetebol pela conquista da 29ª Taça dos Clubes Campeões de África, disputada em Sfax, Tunísia, Alves Simões disse que a proeza ora alcançada, representa o esforço do colectivo e serve de incentivo para continuar a trabalhar em prol da dignidade do clube.


A disponibilidade de condições condignas para a realização de treinos e de jogos representa um dos elementos fulcrais no desenvolvimento de qualquer modalidade, de acordo com Alves Simões. O dirigente assegurou que sempre foi apanágio da direcção do clube procurar dotar os atletas de infra-estruturas à altura dos desafios.

O dirigente desportivo apontou o dia 28 de Fevereiro de 2015, como a data para o lançamento oficial da construção do novo pavilhão, localizado junto ao Estádio 22 de Junho, no bairro Rocha Pinto. Com a conclusão, além de permitir às equipas de basquetebol receberem os adversários com maior presença de público, também vai tornar possível a exploração de outras disciplinas de salão.

“O momento é de grande alegria, pois as nossas atletas chegaram ao maior palmarés nas competições  africanas. Este mérito transmite-nos o sentimento do dever cumprido e a coragem para continuar a trabalhar com afinco no sentido de prestigiar o nome do clube e todos os adeptos. A construção do novo pavilhão é um grande desafio, que de certeza vai fazer toda a diferença”, disse Alves Simões.

A capitã da equipa, Nguendula Filipe, agradeceu em nome das suas colegas, a singela homenagem feita pelo titular da pasta do Ministério do Interior. A atleta frisou que “a  conquista do campeonato africano de clubes só foi possível porque a direcção do Interclube sempre  proporcionou as melhores condições de trabalho”.

A ex-capitã, Catarina Camufal, afastada das quadras por se encontrar em estado de gestação, é de opinião que a construção da nova infra-estrutura vai ser um grande ganho para o clube, pois vai permitir à nova geração de atletas, nas mais variadas modalidades, atingir altos níveis de rendimento.