Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Contador anuncia retirada

08 de Agosto, 2017

Depois de anulada a fuga de três corredores, sucederam-se as tentativas de fuga, nomeadamente dos portugueses, e as respostas das selecções com velocistas, que vieram a proporcionar a chegada ao ‘sprint’.

Fotografia: AFP

Alberto Contador anunciou que  vai retirar-se do ciclismo, depois de competir na Volta a Espanha em bicicleta. A decisão do corredor da Trek-Segrafedo  foi conhecida ontem. O espanhol explicou que esta é uma decisão ponderada, e realçou que sair de competição com uma prova \'em casa\', é uma boa decisão.

\"Estou contente e sem pena de abandonar. É uma decisão pensada, e penso que não há despedida melhor do que uma prova em casa, no meu país\". Aos 34 anos, Alberto Contador conta com duas vitórias da Volta a França no seu currículo, assim como dois triunfos na Volta a Itália.

Em Espanha, venceu três edições da Vuelta.Apesar da carreira com sucesso, o ciclista espanhol chegou a ter uma vitória na Volta a França, retirada devido a doping. Em 2010, o ciclista foi o vencedor, mas o título foi-lhe retirado devido a uma análise positiva de Clenbuterol, uma substância proibida. A ingestão da substância foi acidental, mas acabou por retirar-lhe  o título.

EUROPEU
Entretanto, o norueguês Alexander Kristoff conquistou no domingo o título de campeão europeu de ciclismo, impôs-se num ‘sprint’ apertado ao italiano Elia Viviani, enquanto Tiago Machado foi o melhor português, em 35.º lugar.Nos 241,2 quilómetros da corrida de fundo, os ciclistas portugueses Tiago Machado e José Mendes, este último terminou no 69.º lugar, atacaram para evitar, sem sucesso, uma chegada compacta.

Kristoff  conseguiu o triunfo após 05:41.10 horas, sucedeu ao eslovaco bicampeão do mundo Peter Sagan, numa decisão apoiada no ‘photo finish’, dada a proximidade de Viviani. O holandês Moreno Hofland arrebatou a medalha de bronze. Machado necessitou de mais 12 segundos para cumprir a distância, Mendes mais 37 segundos, enquanto Rafael Reis desistiu, depois de ter sido surpreendido pelos ataques no pelotão no momento em que segundo a Federação Portuguesa de Ciclismo, satisfazia necessidades fisiológicas.

Depois de anulada a fuga de três corredores, sucederam-se as tentativas de fuga, nomeadamente dos portugueses, e as respostas das selecções com velocistas, que vieram a proporcionar a chegada ao ‘sprint’.

CICLISMO
Oleg Tinkov critica
retida de Contador


O russo Oleg Tinkov, proprietário da Tinkoff, equipa a que pertenceu o ciclista espanhol Alberto Contador, criticou ontem o trepador que anunciou a retirada após a Volta a Espanha.Segundo o milionário russo que comentou o anúncio do abandono do 'pistoleiro' na rede social Twitter, Contador devia retirar-se "como campeão", e não continuar a correr por "dois milhões extra".

“Dois milhões extra justificam a imagem que perdeste? Aprende com o Cancellara, que se retirou como um campeão”, apontou Tinkov, ao fazer alusão ao suíço Fabian Cancellara, que se retirou em 2016 depois de conseguir a terceira medalha de ouro nos Jogos Olímpicos, no Rio2016.

Contador, de 34 anos, fez o anúncio da retirada num vídeo publicado na conta oficial nas redes sociais. “Digo-o feliz e não com pena. É uma decisão muito ponderada e não creio que haja melhor despedida na corrida de casa, no meu país”, disse o trepador da Trek Segafredo, onde é colega de equipa de André Cardoso.

Este ano, Contador foi nono na Volta a França, prepara-se para retirar-se numa prova que venceu três vezes (2008, 2012 e 2014), arrancado com um contra relógio por equipas na cidade francesa de Nimes, a 19 de Agosto. Contador considerou ontem que vai viver “três semanas de sonho” durante a ‘Vuelta’, que termina a 10 de Setembro, e que espera “desfrutar do carinho dos adeptos” no último desafio da carreira.

Para além da prova espanhola, Contador tem também no currículo duas vitórias na Volta a França, em 2007 e 2009, e outras duas na Volta a Itália, em 2008 e 2015.