Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Corredor revela fim da desilusão

22 de Janeiro, 2016

O italiano liderou o Mundial durante quase todo o ano, mas perdeu o título para Jorge Lorenzo

Fotografia: AFP

 O italiano liderou o Mundial durante quase todo o ano, mas perdeu o título para Jorge Lorenzo por uma diferença de apenas cinco pontos.

A pequena margem não é o que pesa, já que Rossi acredita que foi prejudicado por Marc Márquez. O italiano acusa o piloto da Honda de actuar a favor de Lorenzo e teve a sua teoria incentivada pela performance do número 93 em Valência, já que o bicampeão passou todas as 30 voltas da corrida atrás do número 99 sem atacar.

Durante o lançamento da YZR-M1 de 2016, em Barcelona, Valentino contou que as primeiras semanas após o fim da época foram difíceis, mas a participação no Rali de Monza foi um ponto de viragem.

“No início, o primeiro período após a corrida de Valência foi o mais difícil. As primeiras duas semanas em casa foram as mais difíceis. O desapontamento era muito grande. Mas nada especial. Fiquei em casa e relaxei para esperar esse sentimento ir embora”, contou Rossi.

O nove vezes campeão ressaltou que o Rali de Monza foi muito importante para o seu inverno. "Fiquei em casa duas semanas e tive de recomeçar para a outra corrida; era disso que precisava. Sinceramente, aquele fim de semana foi o fim da desilusão e comecei a pensar no futuro", atiçou.


PARCERIA
Pramac e Yakhnich
unem Itália e Rússia


A Pramac anunciou uma parceria com a Yakhnich Motorsport, que vai liderar a equipa de Siena na época 2016 da MotoGP. Neste ano, a equipa italiana vai contar com Scott Redding e Danilo Petrucci a bordo de equipamento Ducati.Em comunicado enviado à imprensa, a Pramac explicou que a parceria envolve a Federação de Motociclismo da Rússia e esta parceria tem por objectivo desenvolver o desporto a motor russo. A partir de agora, a equipa passa a ser conhecida como Pramac Yakhnich.

A Yakhnich promoveu e organizou as duas primeiras etapas da Rússia do Mundial de Superbike, em Moscovo, em 2012 e 2013, mas é mais reconhecida pela conquista do título de 2013 do Mundial de Supersport com Sam Lowes. 

Em 2014, a marca chegou à divisão principal da série das motos de produção, operando a estrutura da MV Agusta, mas a parceria durou apenas algumas corridas.