Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

CPLP incentiva investimento na formao de quadros

Joo Francisco - 18 de Julho, 2019

Os Estados membros da Comunidade de Pases de Lngua Portuguesa (CPLP) devem continuar a investir na criao de infra-estruturas e de formao de quadros de excelncia com vista a promoo do desporto escolar e universitrio.

Fotografia: Alberto Pedro | Edies Novembro

Os Estados membros da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) devem continuar a investir na criação de infra-estruturas e de formação de quadros de excelência com vista a promoção do desporto escolar e universitário. Assim concluiu o terceiro foro realizado até esta terça-feira no Hotel Samba, em Luanda.
Para a concretização das metas definidas, o foro também recomendou o estabelecimento de uma plataforma de comunicação para assegurar a troca permanente de informação entre os Estados membros da CPLP e a implementação do cartão branco para a observância de princípios éticos e deontológicos no desporto escolar e universitário.
O Secretário de Estado da Educação para o Ensino Técnico Profissional, Jesus Joaquim Baptista, enfatizou a importância da acção formativa na socialização da criança, adolescentes e de jovens. Sublinhou a complementaridade das acções desportivas nas escolas para valorizar o convívio, a confraternização, amizade e participação das normas da boa educação a cidadania e alcance dos objectivos do desenvolvimento sustentável.
No mesmo diapasão alinhou o Secretário de Estado do Desportos, Carlos Bendinha de Almeida. O governante realçou que "o desporto, além de constituir factor de inclusão e de mobilidade social, é também um veículo de promoção e de reforço de laços de irmandade e de amizade entre os países membros da CPLP". Destacou a realização do foro "como um compromisso assumido pelo Estado angolano" durante a XI Conferência de Ministros da Juventude e Desportos da CPLP realizada em Caminha, Portugal, em 2017.
O momento "é de oportunidade privilegiada de reflexão, partilha de experiências, troca de informação sobre as boas práticas de gestão, modelo de organização, financiamento, competição e parcerias com particular incidência no desporto dos escalões de formação como garante da alta competição", segundo Carlos Almeida.
O antigo basquetebolista da selecção nacional reconheceu que "não obstante as adversidades enfrentadas pelos países membros da CPLP, principalmente, com a eclosão da crise económica à escala internacional, muito tem sido feito pelos Estados membros da comunidade no desporto escolar e universitário".
Carlos Almeida reiterou "o compromisso do governo angolano em continuar a apostar no desenvolvimento do desporto, quer através de investimento em infra-estruturas quer no apoio às federações desportivas, formação de agentes e aprovação de diplomas legais".
Os participantes do foro reconheceram os esforços do governo angolano na promoção da massificação do desporto escolar e enalteceram a aprovação do Decreto Presidencial que estabelece a obrigatoriedade de concepção de recintos desportivos e de lazer em todas as escolas no país.
O evento contou com a participação de 85 individualidades afectos aos departamentos ministeriais da Juventude e Desportos e da Educação de Angola, Brasil e Portugal, dirigentes e representantes das federações desportivas, instituições de ensino superior e professores de educação física.
Prestigiaram o evento João Molima, Domingos Torres, Carlos Rosa Lopes, Manuel Garrido, Nádia Cruz, Gaspar Florêncio, Pedro Kay e Cirilo da Conceição (todos de Angola), Débora Carla de Nascimento (Brasil) e Aurélio Oliveira (Portugal).
Desporto Escolar nos países da CPLP (Modelo organizativo, financiamento, competição e parcerias, infra-estruturas desportivas e escolares), Importância dos desportos nas Universidades no século XXI (Gestão e organização de jogos universitários), Importância do desporto, das Actividades de Recreação e de Lazer na Saúde e a Ética no desporto foram os painéis temáticos.