Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Criança em Movimento fornece atletas

Hélder Jeremias - 30 de Dezembro, 2014

Criança em Movimento fornece atletas

Fotografia: Jornal dos Desportos

O projecto de massificação de ténis “Criança em Movimento” fornece o primeiro grupo de atletas em Janeiro de 2015, para quatro novos clubes que se vão inserir nas variadas competições, sob a égide da Associação Provincial de Ténis de Luanda. Trata-se de Kikuxi Vila´s Clube, Fundo Lwine, Associação Miller Gomes e Semikea.

A informação foi avançada ao Jornal dos Desportos pelo coordenador do projecto, João Almeida, quando fazia o balanço das actividades levadas a cabo ao longo dos últimos 12 meses.

João Almeida assegurou que o ano de 2014, serviu para a consolidação e a realização de vários torneios que permitiram tirar ilações “positivas” do nível de desenvolvimento técnico das crianças, assim como o intercâmbio com atletas de outras instituições.

O técnico mostra-se regozijado por ver os primeiros rebentos a integrar os clubes. Com sentimento de dever cumprido, João Almeida assegurou que a vaga vai permitir a inserção de novas crianças no programa e abrir nova etapa no processo de formação desportiva. “O sentimento é de muita alegria ao constatarmos que aquelas crianças que há pouco tempo estavam desprovidas de qualquer habilidade motora e  encontravam-se em estado nutricional crítico, hoje, transmitem muita energia dentro da quadra de jogo”, disse.

Para João Almeida, o surgimento das novas equipas é um indicador do franco desenvolvimento do ténis em Luanda. Em curto espaço de tempo, essas agremiações podem tornar-se nos principais fornecedores de atletas para as competições internacionais. “A inserção nas novas equipas vem abrir o novo panorama desportivo em Luanda”, disse.

Concebido pela antiga atleta, Ana Balbina,  amadrinhada pela também ex-praticante e Primeira Dama da República, Ana Paula dos Santos, o projecto “Criança em Movimento” tem merecido elogios e apoios de vários segmentos da sociedade. Desde a sua implementação, permitiu às crianças necessitadas e residentes no bairro Chinguar, Distrito de Belas, a abandonar as ruas e enveredar para a prática desportiva. O Projecto “Criança em Movimento circunscreve-se na capital do país em virtude da escassez de recursos para a sua expansão pelo país adentro.

EXTENSÃO
Cabinda e Huila
garantem condições


A direcção do maior projecto de massificação do ténis, “Criança em Movimento”,  trabalha em sintonia com as instituições nas províncias da Huíla e de Cabinda no sentido averiguar as condições e a viabilidade para a extensão do programa nas referidas regiões a partir de 2015.

Com vista a fazer um levantamento sobre os pressupostos existentes, o Secretário do projecto, Genivaldo Dias, desloca-se na primeira semana de Janeiro para as duas províncias. Genivaldo Dias vai conferir a veracidade das garantias das entidades que pretendem dirigir as filiais nas respectivas províncias à directora Ana Balbina.

O Jornal dos Desportos apurou que o impacto do projecto tem atiçado um desejo generalizado de agentes desportivos pelo país adentro, em abraçar a iniciativa filantrópica. Mas a direcção do “Criança em Movimento” está a ponderar em função das exigências materiais e humanas que a responsabilidade acarretam.
Abordado pela nossa reportagem, João Almeida revelou, que caso as províncias reúnam todos os requisitos vão ser as primeiras contempladas, de modo que de forma paulatina, um maior número seja abrangido. O coordenador adverte que “é necessário os apoios das empresas e singulares para que não se dê um passo em falso e tudo caia por terra nos primeiros meses”. 

“Recebemos várias solicitações desde que foi criado o projecto, mas não dispomos de recursos suficientes para levar por diante este desafio. Tanto é que, mesmo em Luanda, ainda nos deparamos com dificuldades que só são ultrapassadas devido à determinação da directora do projecto e alguns apoios que surgem de algum tempo à esta parte”,  frisou João Almeida.
HJ