Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Crise no ter impacto sobre Rio 2016

11 de Dezembro, 2015

Eduardo Paes prefeito do Rio de Janeiro manifesta optimismo no xito nos jogos

Fotografia: AFP

A oito meses dos Jogos Olímpicos de 2016, o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, teria garantido aos representantes do Comité Olímpico Internacional (COI) que a situação política vivida pelo Brasil não afectará na realização do evento. Em reunião realizada na Suíça na quarta, autoridades do COI manifestaram preocupação com a crise política e económica vivida no país.

Segundo a agência , o director de Desporto da entidade, Christophe Dubi, afirmou que Paes “apresentou garantias” aos dirigentes por meio de uma videoconferência sobre a situação no Rio de Janeiro. Com obras atrasadas e construtoras em investigação por corrupção, o prefeito afirma que tudo será entregue a tempo do evento.

“Ele apresentou várias garantas de que serão feitos todos os esforços necessários para evitar qualquer grande impacto da crise sobre os Jogos”, disse Dubi. Na mesma reunião, o presidente do Comité Organizador Brasileiro (COB), Carlos Arthur Nuzman, apresentou ao COI um relatório comprovando os avanços das obras no Rio de Janeiro.

Sobre a situação política do país, Nuzman deixou claro que a prioridade do COB será cuidar para que a Olimpíada não seja afectada por factores externos. “Estamos a trabalhar há sete anos e podemos dizer que estamos bem. As sedes das provas estão quase todas prontas”, explicou.