Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Cunene e Malanje no roteiro da modalidade

29 de Setembro, 2018

Por outro lado, vamos incluir no nosso calendrio as provncias que h muito tempo no acolhem eventos da Federao, como Malanje e Cunene", disse.

Fotografia: Jornal dos Desportos

Quase 200 populares se inscreveram para o GP Herói Nacional, que marca hoje a abertura de época no atletismo angolano, segundo uma fonte da Federação Angolana de Atletismo \"FAA\". Entre os populares, há estrangeiros, da Guiné-  Conacry, Portugal, Itália, França, Inglaterra, Argélia, África do Sul, Tunísia, Líbano, Indonésia e Brasil. A grande mancha pode ser a míngua em relação a atletas federados.
Segundo apuramos, apenas as equipas: Interclube, 1º de Agosto e do Progresso inscreveram os seus atletas. O Comité Paralímpico Angolano inscreveu sete atletas, todos de Luanda.
A época começa hoje, mas a FAA só apresenta na próxima semana o calendário. De acordo com Orlando Bonifácio, da direcção técnica, o calendário estava \"quase concluído\", quando surgiu o interesse de algumas províncias de acolher provas do calendário da FAA. \"Estamos a fazer ajustes e na próxima semana, estará disponível\", assegurou.
Uma das inovações da nova época, tem a ver com a separação da prova de corta-mato, em seniores, das demais. \"Temos realizado no mesmo dia provas de corta-mato em seniores, juniores e juvenis, nesta época vamos ter um dia só para os seniores, e outro para os outros escalões\", anunciou.
Por outro lado, vamos incluir no nosso calendário as províncias que há muito tempo não acolhem eventos da Federação, como Malanje e Cunene\", disse.

NOVO PARCEIRO
As provas do calendário da Federação de atletismo que desde 2017 designaram-se \"Brumangol\", deixam de associar-se àquela empresa, em virtude da cessação do contrato que ligava as duas partes.
Bernardo João, presidente de direcção da FAA, confirmou à nossa reportagem que a instituição procura novo parceiro.
\"O compromisso que tínhamos com aquela empresa, cumprimos. Aliás, era apenas para o ano de 2017 e em 2018, ainda usamos o nome da empresa, sem contra-partida, em 2018, mas só por boa vontade\", revelou Bernardo João.
SC