Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Cuvngua conquista GP Ngola e Coca-Cola

Gaudncio Hamelay - Lubango - 30 de Maio, 2016

Lus Cuvngua, vencedor da segunda edio

Fotografia: Jornal dos Desportos

O fundista do Inter de Angola, Luís Cuvíngua, sagrou-se no sábado  na cidade do Lubango, vencedor da segunda edição do Grande Prémio N’gola e Coca-Cola em atletismo, em masculinos, na distância de oito quilómetros com o tempo de vinte e quatro minutos e 02 segundos.

Luís Cuvíngua numa velocidade  e passada convincente começou a desenhar sua vitória a partir do primeiro quilómetro quando fugiu do pelotão e daí em diante, sem reduzir o passo, bem como a forma de andamento  cortou a meta.

 No final, satisfeito com o triunfo, Luís Cuvíngua referiu que a prova foi boa porque serviu de preparação para a competição  da Taça Nacional a decorrer em Luanda.
  “Corri praticamente sem adversários que me fizessem frente, porque os meus colegas não apareceram nesta competição. Daí, não sentir nenhuma dificuldade”, disse. 

 Na segunda posição quedou-se o seu companheiro de equipa Adelino da Silva, ao cronometrar a distância em 24 minutos e 49 segundos, enquanto o jovem atleta dos escalões de juvenis, Jeremias Candumbo, de  17 anos de idade, do Inter Futebol Clube do Lubango, contentou-se com o terceiro lugar com o tempo de 25 minutos e 50 segundos.

Para a classe feminina, a proeza sorriu a Alda Paulo, do Inter Futebol Clube do Lubango, ao cortar a meta com o tempo de 31 minutos e 24 segundos, seguida pelas colegas Joaquina Hossi e Teresa Wembo, com os registos de 32 minutos 29 segundos e 43 minutos 13 segundos, respectivamente.
 Alda Paulo disse que enfrentou algumas dificuldades devido ao clima, porém, reconheceu que realizou uma excelente prova.

 “Houve muita competitividade, pese embora o clima ter sido o meu maior adversário, visto que estava muito pesado e ressenti. Mas graças a Deus tudo correu bem, sabe que sou da especialidade de velocidade,  participei e sagrei-me  vencedora numa prova destinada a fundistas. Foi uma experiência para mim satisfatória”, destacou.

 Em relação aos concorrentes populares, Maria Bimbi chamou a si a primazia, secundada por Dofília Leonardo (auditiva). Marcelino Massualali, venceu na classe dos veteranos, seguido por Alberto Cabanda e Mário Kapoco que quedou-se em terceiro lugar.

 Participaram na prova 150 atletas dos quais 80 crianças oriundos de oito municípios da província da Huíla, inseridos no projecto de massificação Okuhateka (Correr) e os restantes foram atletas federados, populares, veteranos e paralímpicos.

 A prova do Grande Prémio N’gola é uma organização da empresa patrocinadora N’gola, em parceria com o Projecto Okuhateka que é liderada pela antiga fundista Ana Isabel,  visa a descoberta de novos valores para a modalidade de atletismo.

Ana Isabel justificou que a prova inicialmente estava agendada para o fim-de-semana passado, por questões técnicas só foi possível sair hoje (sábado).