Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Danilson e Aguiar abrem jornada

Hélder Jeremias - 19 de Agosto, 2013

Danilson Beto eliminou ontem o campeão provincial em título Rosário Francisco

Fotografia: Jornal dos Desportos

O jogo entre Danilson Bento e Joel Aguiar, pontuável para a segunda jornada do campeonato provincial de Luanda em Sub-14, vai monopolizar hoje, a partir das 9h00, as atenções dos espectadores no court do Clube de Ténis de Luanda. Ontem, depois de terem evidenciado alto nível competitivo na jornada inaugural, ambos os atletas prometeram dar o melhor de si no sentido de proporcionar alegria aos seus adeptos. Os dois atletas atravessam bom momento desportivo e não tiveram dificuldades em ultrapassar os adversários.

Danilson Bento, que se tem revelado um dos atletas com qualidade para a projecção internacional, bateu Rosário Francisco, detentor do título provincial, por dois sets a zero, com direito a pneus nos dois parciais: 6-0 e 6-0. A surpresa resulta da forma como explora a quadra do jogo e a qualidade do serviço. Por seu lado, Joel Aguiar teve de suportar a “dor” para impedir que Sténio Lemos levasse de vencida o jogo. A partida foi pautada por forte equilíbrio, sobretudo, no primeiro set. O desgaste físico do adversário, no segundo set, foi um factor a seu favor, contribuindo para a vitória de dois sets a zero com parciais de 7-5 e 6-1.

Hoje, o confronto entre Danilson Beto e Joel Aguiar é encarado como uma verdadeira final, em função da qualidade das duas promessas do ténis nacional. Os atletas destacam-se na maior competição da província de Luanda. Para o secretário-geral da Associação provincial de Ténis de Luanda, Plínio Pedro, os altos níveis de exibição de Danilson Beto e de Joel Aguiar representam a evidência do trabalho que a sua instituição está a realizar nos escalões de formação.

COMPETIÇÃO FEMININA
Na categoria de Sub-16 feminino, os destaques da segunda jornada recaem para o confronto entre Valdina Pinheiro e Nádia Costa, bem como entre Djasmine Garnacho e Dáfine Bastos. Não menos importante é o duelo entre Eugénia Augusto e Tatiana Almeida para a mesma jornada que regista outras partidas. O secretário-geral da Associação provincial mostrou-se gratificado pela presença do público no local da competição. Para si, a comparência dos espectadores justifica que a modalidade continua a gozar do carinho que sempre teve, pesem as circunstâncias difíceis por que tem passado nos últimos seis anos.

“Isso significa que o nosso esforço perante todas as adversidades está a surtir efeitos positivos e ver esses jovens a praticarem ténis de bom nível deixa-nos encorajados a continuar a trabalhar em prol da modalidade”, disse. Plínio Pedro ressalta que até ao fim do nacional há “partidas boas” de assistir e que vença aquele que apresentar os melhores argumentos.

DA ASSOCIAÇÃO
Jofre Van-Dúnem reitera empenho

O presidente da Associação Provincial de Ténis de Luanda, Jofre Van-Dúnem, garantiu o seu empenho incondicional para que o ténis abranja o maior número de jovens da capital, como forma de melhorar a qualidade de vida. O responsável, que falava ao Jornal dos Desportos no âmbito da abertura dos campeonatos de iniciados, juvenis, cadetes e de juniores, reconheceu que o ténis continua a viver momentos difíceis, embora se vislumbre a resolução das questões que o colocaram na letargia, em consequência da inoperância da Federação Angolana da modalidade. Contudo, louvou os membros da Associação pela forma intransigente como têm gerido a situação.

Jofre Van-Dúnem apelou às demais associações provinciais a esgrimirem projectos exequíveis para que a juventude possa abandonar hábitos nocivos à saúde e à sociedade, tal como o sedentarismo, consumo de álcool, tabagismo e delinquência. A prática do desporto é uma das vias que podem contribuir para a construção de uma sociedade mais saudável. O homem forte da Associação de Luanda mostrou-se regozijado por ver jovens que, num passado recente, estavam desprovidos dos elementares conhecimentos sobre o ténis. A evidência dos grandes talentos desportivos e significativas melhorias na personalidade, segundo argumenta, têm grande influência na criação de uma sociedade melhor.

“O desporto tem uma função social de extrema importância, pois, através dele, conseguimos modificar a personalidade do indivíduo para melhor, o que passa por uma conduta disciplinada. Por isso, a Associação de Luanda tem nas suas linhas de força a abrangência da modalidade para todos os estratos sociais”, disse Jofre Van-Dúnem.
HÉLDER JEREMIAS

RECONHECIMENTO
Genivaldo Dias
felicita associação

O secretário-geral da Federação Angolana de Ténis, Genivaldo Dias, felicitou os corpos gerentes da Associação Provincial de Ténis de Luanda pelo nível organizativo como estão a decorrer os campeonatos, cujo arranque teve lugar ontem nos courts do Clube de Ténis de Luanda. De acordo com Genivaldo Dias, a Associação de Luanda tem sido um exemplo a seguir pelas restantes associações pela forma pragmática como têm sabido gerir a crise arrastada há mais de seis anos, tendo realizado todos os campeonatos provinciais, ao contrário de outras associações que revelam a sua inoperância.

“É de louvar o trabalho da Associação e apelamos às outras associações a trabalharem com a mesma motivação, porque não devem esperar que seja a Federação Angolana a resolver todas as questões do ténis. Acredito que a modalidade vai conhecer dias melhores, se cada um de nós cumprir o seu papel”, defendeu Genivaldo Dias. O responsável federativo reconheceu que a sua instituição ainda não encontrou a excelência, muito por conta de algumas questões pendentes, mas que tão logo sejam resolvidas, o actual quadro é invertido para o bem de todos os amantes da modalidade.  Questionado sobre tais questões pendentes, Genivaldo Dias disse que qualquer instituição gerida por homens tem problemas internos, que devem ser resolvidos, pelo que nem tudo deve ser levado ao conhecimento público.
HÉLDER JEREMIAS

PROVAS NACIONAIS
Vice-presidente
desconhece prova

O vice-presidente para a Área Desportiva da Federação Angolana de Ténis, João Almeida, mostrou-se surpreendido com a marcação dos campeonatos nacionais na província de Benguela, de 28 de Agosto a 5 de Setembro. Em declarações ao Jornal dos Desportos, João Almeida revelou que tomou conhecimento através da imprensa, uma vez que há cerca de três meses o órgão colegial não realiza qualquer reunião para abordar as questões técnicas e administrativas. O responsável, que esteve presente ontem durante a jornada inaugural dos campeonatos provinciais de Luanda, preferiu não entrar em pormenores, mas deixou escapar a sua surpresa pelo facto do presidente da Associação Provincial de Ténis de Benguela, Duda Fortunato, ter confirmado as condições para que a cidade de Benguela acolha o certame nacional.

“Quanto a isto prefiro não adiantar nada, pois ainda não mantivemos qualquer abordagem colegial para tratar das questões que envolvem a realização de um campeonato nacional. Toda a informação que obtive foi através do Jornal dos Desportos e da Rádio Cinco. Por isso, não tenho qualquer comentário a fazer”, disse João Almeida. João Almeida aproveitou para felicitar a boa organização do provincial de Luanda, tendo dito que “a associação está a cumprir com a sua função social”.
HÉLDER JEREMIAS