Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

David Silva falha objectivo

Álvaro Alexandre - 27 de Julho, 2016

O angolano destacado na competição de 15 minutos reuniu 5 pontos.

Fotografia: Jornal dos Desportos

O Mestre Internacional (MI)  David Silva, de Angola, ocupou a 11ª posição da prova activa do Campeonato Africano Seniores Masculino, disputada ontem no hotel Tick Bombo Road de Kampal, Uganda. O angolano destacado na competição de 15 minutos reuniu 5 pontos.  O histórico foi o seguinte: conquistou vitórias diante do MF Wanyama Harold (Uganda), Magana Ben (Quénia), MF Manuel Alberto (Angola), Fauza Karim Faruk (Uganda) e uma por força do descanso. As derrotas diante do MI Abdelrahman Hesham (Egipto), Njoroge Martin Mwangi (Quénia), MI Adlane Arab (Argélia),  MI Cawdery Daniel (África do Sul)O MI  Adérito Pedro, de Angola, quedou-se na 13ª posição com 4,5 pontos, o MF Manuel Alberto, da Angola,  ficou na 17ª posição com 4,5 pontos, e o MF Aguiar  Cristiano, da Angola, ficou na 20ª posição com 4,5 pontos.

O GM Shoker  Samy, do Egipto, foi o grande vencedor  da prova activa do Campeonato Africano Seniores Masculino.  No activo de 15 minutos o GM egípcio obteve 8 pontos em 9 possíveis.Em segundo e terceiro lugar ficou o MI Daniel Cawdery, da África do Sul, com 6,5 pontos, e  GM Adly Ahmed, do Egipto, com 6,5 pontos.

Em feminino,  o a activo foi vencido pela MI Shahenda Wafa, do Egipto, com 7,5 pontos. A MI Amina Mezioud, da Argélia, ficou em segundo com 7,5 pontos, e em terceiro a GM Shrook  Wafa, do Egipto, com 7,5 pontos.A sétima classificada foi a MI Esperança Caxita, da Angola, com 4,5 pontos, e a décima foi a MI Maria Domingos, da Angola, com 4 pontos.Entretanto, os xadrezistas angolanos que tinham como meta alcançar os lugares cimeiros do Campeonato Africano, acabaram distantes dos primeiros lugares da tabela classificativa.
A delegação regressa a Luanda nos próximos dias.

PARTIDAS RÁPIDAS
O GM Adly Ahmed, do Egipto, foi o melhor na prova de partidas rápidas do Campeonato Africano Individual Absoluto. O GM egípcio somou 7,5 pontos em 9 tentativas. Em seguindo ficou o GM Shoker Samy, do Egipto, com 7,5 pontos, e em terceiro ficou o MI Abdelrahman Hesham, do Egipto, com 6,5 pontos.Novamente, o MI David Silva foi o melhor angolano. No certame de partidas de 5 minutos ficou 13ª posição com 4,5 pontos. O Mestre Fide (MF) Cristiano Aguiar ocupou a 15ª posição com 4 pontos.

Em feminino, a GM Shrook Wafa, do Egipto, foi a detentora do primeiro lugar do certame de partidas rápidas do Africano Feminino. A xadrezista egípcia conseguiu 7 pontos em 9 jogos.Com os mesmos pontos ficaram em segundo e terceiro lugar a MI Sabrina Latreche, da Argélia, e a MI  Amina Mezioud, da Argélia, respectivamente.A MI Esperança  Caxita, da Angola, foi a 9ª classificada com 3,5 pontos e a MI Maria Domingos, da Angola, foi a 10ª colocada com 3,5 pontos.