Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

David Silva enfrenta Ali Farahat

?lvaro Alexandre - 10 de Julho, 2017

David Silva pode conquistar o quinto ponto

Fotografia: Domingos Câdencia | Edições Novembro

O Mestre Internacional (MI) egípcio Ali Farahat enfrenta hoje, às 10h00, no Hotel Assala da cidade argelina de Oran, o MI angolano David Silva no confronto inserido na oitava jornada do Campeonato Africano Individual de Xadrez. O jogo aviva interesses das partes. O angolano e o egípcio estão equilibrados na tabela de classificação com quatro pontos cada.

No topo da tabela, a temperatura está em alta. O MI Richmond Phiri tenta hoje \"roubar\" o ponto em disputa com o Grande Mestre (GM) Bassem Amin, o MI Daniel Cawdery joga com MI Adlane Arab, GM Mohamed Haddouche enfrenta GM Ahmed Adly, GM Essam El Gindy defronta Mestre Fide (MF) Chafik Talbi e MF Khalil Bengherabi joga com CM Ahmed Nouzidi. Ontem para sétima jornada, o MI David Silva deu um \"golpe de misericórdia\" ao MI Med Ali Boudriga. Noutras partidas, as peças negras dominaram as vitórias.

O GM Ahmed Adly perdeu para o MI Daniel Cawdery, MI Ali Farahat perdeu para GM Bassem Amin, CM Ahmed Bouzidi perdeu para o MI Richmond Phiri e GM Abdelrahman Hesham perdeu para o GM Mohamed Haddouche. O MI Adlane Arab fez a inversão e de peças branca ganhou ao MI Saad Belouadah.

Na tabela de classificação, o GM Bassem Amin (Egipto) e MI Daniel Cawdery (África do Sul) partilha a liderança com 5,5 pontos cada. Nos lugares subsequentes estão o GM Ahmed Adly (Egipto) com 5 pontos, MI Richmond Phiri (Zâmbia), 5; GM Essam El Gindy (Egipto), 4,5 pontos. O MI angolano David Silva encontra-se \"encostado\" na nona posição com quatro pontos.

CAXITA CONSENTE
QUARTA DERROTA

As derrotas ensombram a participação da MI Esperança Caxita. Ontem, para a sétima jornada, a jovem angolana consentiu o quarto desaire na competição continental, desta diante da MF Asma Hamlaoui. Antes já havia perdido para MI egípcia Shahenda Wafa, MI argelina  Hayat Toubal e GM egípcia Shrook Wafa.

Noutras partidas, a MF Rania Nassr perdeu para MF Shahenda Wafa, a MI  Sabrina Latreche perdeu para MI Jesse Nikki February, MI Hayat Toubal ganhou à GM Khaled Mona, GM Shrook Wafa venceu a MI Amira Hamza e a MI Amina Mezioud derrotou a MF Lina Nassr.

Com a derrota, a MI Esperança Caxita desceu para 12ª posição com três pontos, resultantes da vitória sobre as argelinas Yasmine Ghanem e Ibbou Schahinez  e a MF tunisina Amira  Marzouk. No topo da tabela, a MI egípcia  Shahenda Wafa lidera com seis pontos, seguido pela MI sul-africana Jesse Nikki February (5,5), MI argelina  Hayat Toubal (5), GM egípcia Khaled Mona  (4,5) e GM egípcia Shrook Wafa (4,5).

Hoje, para a oitava jornada, a MI Amira Hamza defronta a MI Esperança Caxita, a MI Shahenda Wafa enfrenta a MI Amina Mezioud, MF Rania Nassr joga com a MI Jesse Nikki  February, MI Hayat Toubal enfrenta a GM Shrook Wafa, GM Khaled Mona joga com a MF Feriel Lalaoui e Yasmine Ghanem defronta a MF Asma Hamlaoui.


Africano de Clubes
Progresso espreita
pódio continental


O Progresso Sambizanga almeja ficar entre as três melhores equipas no Campeonato Africano de Clubes em xadrez a decorrer de 23 de Julho a 1 de Agosto, na cidade de Cairo, Egipto. A pretensão foi revelada ontem no final de uma sessão preparatória pelo chefe de departamento do xadrez, Cambando José.

\"A nossa missão não vai ser fácil. Reconheço que o Egipto vai albergar as melhores equipas do continente com os objectivos idênticos. Conheço as nossas reais capacidades e tenho fé que estaremos entre os três lugares do topo\", assegurou. Os sonhos de Cambando não ficam apenas pela grande campanha no Africano do Egipto.

\"Não estamos apenas a pensar no Africano de Clubes. Os nossos horizontes vão para além deste objectivo. O Egipto vai ser o nosso passaporte para o Campeonato do Mundo de Clubes\", reforçou os objectivos. O dirigente está um pouco céptico pela morosidade que se verifica na autorização da guia de saída.

\"Já apresentamos as solicitações das nossas saídas e estamos a menos de 15 dias da competição sem saber o parecer (favorável) do Ministério da Juventude e Desportos\", disse.Cambando realça que mantém a fé na autorização favorável, apesar da morosidade do Ministério da Juventude e Desportos.

\"Tenho fé que desta semana não passaremos. Vamos ter a autorização na nossa posse\", almejou.

A delegação do Progresso Sambizanga vai ser integrada pelo CM Cambando José, chefe da delegação, mais o MI David Silva, MI Erikson Soares, MF Cristiano Aguiar, CM Sérgio Miguel e Vanderson Dias.

A Selecção Nacional Militar, outro representante de Angola, aguarda pela decisão final do Estado Maior do Exército Nacional para marcar presença no Campeonato Africano de Clubes.

A delegação desportiva proposta está composta por Fernando Antunes (chefe da delegação) e os atletas Mateus Domingos (DPO/FAN), Kinuavuidi Keto e Abel Katumua (ambos do Comité Desportivo do Exército), Avelino Fernandes (Direcção de Operações da Força Aérea Nacional) e Diogo Agostinho (DAT/MGA).
ÁLVARO ALEXANDRE