Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Demetrious Johnson desabafa sobre sada

01 de Novembro, 2018

Fotografia: DR

Demetrious Johnson foi o campeão mais dominante da história do UFC, com 11 defesas de cinturão – recorde na organização. Apesar disso, o americano nunca obteve a credibilidade que acompanhasse seus feitos no MMA.
Prova disso foi a declaração do próprio atleta após deixar a liga. Mighty Mouse admitiu que após reinar soberano em sua divisão por durante sete anos, os fãs queriam uma cara nova para a categoria mais leve das artes marciais mistas.
Em entrevista ao site ‘MMA Fighting’, Johnson comparou a sua postura com a de um possível futuro campeão mais popular. De acordo com o americano, os fãs das artes marciais queriam um novo atleta dominante que tivesse um estilo que vendesse mais, com provocações e não necessariamente fosse tão habilidoso quanto ‘DJ’ dentro dos octógonos.
“Por muito tempo, muitas pessoas na América do Norte queriam um novo campeão. Eles veem que podem realmente impulsionar esse modelo de pay-per-view, eles realmente não se importavam com as minhas habilidades. Eles realmente queriam alguém que fosse impetuoso, que fosse desrespeitar –  não que Henry Cejudo fizesse isso -, mas eles queriam outra pessoa”, revelou.
“Eu sinto que eles queriam outra pessoa, e quando eu falo de outra pessoa, não digo o UFC, senti que o público queria que alguém tentasse levar esse divisão para algum lugar que eu não pude. Através de números [de audiência], ou trazendo notoriedade ou o que seja. Então senti que este é o momento perfeito para eu ir atrás de algo que eu quero conquistar e deixar esses caras lidarem com isso (vendas/pay-per-view dos moscas)”, analisou Demetrious.