Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Derrota na despedida de David Silva

?lvaro Alexandre - 12 de Julho, 2017

David Silva regressa com experiência na bagagem

Fotografia: Dombele Bernardo| Edições Novembro

Um peão no lance errado ditou o afastamento do Mestre Internacional (MI) David Silva do Top-10 do Campeonato Africano Individual que encerrou ontem, no Hotel Assala, na cidade argelina de Oran. O único representante angolano da classe masculina perdeu na última jornada diante do MI sul-africano Daniel Cawdery. A diferença no ranking da FIDE reflectiu-se no tabuleiro. David Silva ostenta 2205 pontos de Elo contra 2426 de Cawdery.

Com a derrota, o angolano perdeu dois lugares e ficou fora dos dez melhores da competição continental. David Silva quedou-se na 11ª posição da tabela geral de classificação.

Noutras partidas, o Candidato a Mestre (CM) Ahmed Bouzidi (2193) perdeu para o Grande Mestre (GM) Essam El Gindy (2448), Oussama Douissa (2270) perdeu para o Mestre Fide (MF) Chafik Talbi (2250), Nour-Eddine Ghabache (2168) perdeu para o MI Ali Farahat (2420), Khaled Boudaoud perdeu para o MI  Chitumbo Mwali (2356), GM Ahmed Adly (2620) derrotou o MI Adlane Arab, MI Saad Belouadah (2400) ganhou ao MI Richmond Phiri (2267), GM Abdelrahman Hesham (2385) venceu o MF Khalil Bengherabi (2230), MI Med Ali Boudriga (2348) ganhou ao Abdelhak Ounas (2018), Mehdi Moulay (2055) perdeu para o MF Simplice Armel, GM Bassem Amin (2672) empatou com o GM Mohamed Haddouche (2492), MF Jack Van Zyl-Rudd (2125) repartiu o ponto com Abderahmane El Hadi Hamdan (2082), Frederick Odendaal (2038) empatou com Nacereddine Gueroui (2029) e Takaedza Chipanga (2068) empatou com o CM Nouressadat Salhi (2034). 

Com a conclusão do evento, o GM egípcio Bassem Amin ficou com o título de campeão africano individual de 2017 mercê de melhor coeficiente sobre o MI sul-africano Daniel Cawdery. Ambos terminaram a competição com sete pontos. Para completar o pódio, o GM egípcio Ahmed Adly fechou com 6,5 pontos.

Para fechar o Top-10, a lista é composta pelo GM egípcio Essam El Gindy (6,5), GM argelino Mohamed Haddouche (5,5), MI argelino Saad Belouadah (2400), GM egípcio Abdelrahman Hesham (5,5), MI argelino Adlane Arab (5) e MI zambiano Richmond Phiri (5).

ESPERANÇA CAXITA
TERMINA AFRICANO

A MI Esperança Caxita terminou o Campeonato Africano Individual na 12ª posição com quatro pontos, dos nove possíveis. A baixa produtividade resulta das derrotas acumuladas a meio do evento. 

Na nona e última jornada, a MI Jesse Nikki February (1823) \"surrou\" a MI Esperança Caxita (1876), MF Lina Nassr (1751) ganhou a MI Amira Hamza (1912), a GM Khaled Mona (2189) venceu a MF Rania Nassr (1783), a MF Amira Marzouk (1702) perdeu para MI Hayat Toubal (1909), GM Shrook Wafa (2165) perdeu para a MI Amina Mezioud (2065), CM Malak Chihi (1623) perdeu para a MI Sabrina Latreche (2056), MF Asma Hamlaoui (1734) empatou com a MI Shahenda Wafa (2112) e MF Feriel Lalaoui (1719) empatou com Yasmine Ghanem (1570).

Na classificação final, a MI egípcia Shahenda Wafa sagrou-se campeã africana individual feminino com 6,5 pontos, seguido da MI argelina Hayat Toubal (6,5), MI sul-africana Jesse Nikki February (6,5), GM egípcia Khaled Mona (6,5), MIargelina Amina Mezioud (6), MF argelina Rania Nassr (5), GM egípcia Shrook Wafa (5), MIargelina Sabrina Latreche (5), MF argelina Asma Hamlaoui (5) e MF argelina Lina Nassr (5).