Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Despique marca hoje Individual Absoluto

Álvaro Alexandre - 06 de Maio, 2016

Grande despique a disputa da 37ª edição do Campeonato Nacional Absoluto Individual

Fotografia: Jornal dos Desportos

O acesso a três eventos desportivos torna revestido de grande despique a disputa da 37ª edição do Campeonato Nacional Absoluto Individual, que começa hoje, às 16h00, na sede da Federação Angolana de Xadrez (FAX) até o dia 14 do corrente. A apreciação é do secretário geral da instituição reitora no país, Manuel Pedro.

O dirigente sustenta que "os xadrezistas mais influentes do país sabem, a prior, a capital importância dos referidos eventos" na carreira desportiva. Por esse motivo, vão empenhar-se para lograr o acesso ao Campeonato Africano Individual Absoluto (20 a 31 de Maio, em Kampla, Uganda), 14ª edição da Taça Cuca SA (12 a 20 de Julho, em Luanda) e 42ª edição das Olimpíadas Mundiais de Xadrez (17 a 30 de Setembro, em Baku, Azerbaidjão). O Campeonato Nacional Individual Absoluto apura os cinco primeiros classificados para representar o país nesses eventos internacionais.

Entre as principais figuras presentes e candidatos aos vistos nos passaportes constam o campeão nacional absoluto em título, o Mestre Internacional (MI) Adérito Pedro, e a campeã nacional, a MI Maria Domingos. A competição é disputada também pelos mestres titulados pela Fide e FAX, que tenham realizado no mínimo 18 partidas pontuáveis nos seis meses. Estão habilitados os campeões provinciais, os quatro melhores do rating da Fide, que tenham realizado 25 partidas oficiais. Fazem ainda parte os cinco melhores classificados de cada zonal (A e B).

Para além do MI Adérito Pedro, os xadrezistas de maior proeminência na prova são os MI David Silva, MI Erikson Soares, MI Amorim Agnelo, MI Armindo Sousa, MI Luciano Oliveira, Mestre Fide (MF) Catarino Domingos, MF Cristiano Aguiar, MF Manuel Alberto, MF Eduardo Pascoal, MF Ediberto Domingos, MF Aristóteles Ramos, MF Sílvio Famorosa, MF Paulino Domingos, Candidato a Mestre (CM) Sérgio Miguel, CM Cambando José, CM João Simões, CM Tito Agostinho e CM João Júlio.

A organização aprovou o sistema de jogo suíço a nove jornadas e o ritmo de cada partida é de 90 minutos para os primeiros 40 movimentos, acrescido de 30 segundos a partir do primeiro lance até o final do jogo.

O presidente da Associação Provincial de Xadrez do Cuanza Sul, Abílio Ribeiro, e o presidente do Conselho de Arbitragem da FAX, Adelino Correia, são os árbitros eleitos para a prova.



NO ABSOLUTO
Cabuco e Kaquebo
são rostos da Huíla


Paulo Cabuco, atleta do Núcleo da Escola Macovi de Lubango, e Osnilque Kaquebo, do Clube Ferroviário da Huíla, são os representantes das terras altas da Chela no Campeonato Nacional Individual Absoluto, que começa hoje em Luanda. Os campeões provinciais de juvenis e juniores mereceram a confiança da área técnica da Associação Provincial dos Desportos Individuais da Huíla.

Os bons resultados obtidos no Zonal B disputados na província de Benguela estão na base da escolha, segundo o secretário geral da instituição reitora local, Manuel Pereira. Por esse motivo, foram submetidos a uma preparação cuidadosa que garantam a obtenção de lugares de honra na prova nacional. Dois treinadores transmitiram técnicas de abertura, ataque e defesas.

Paulo Cabuco e Osnilque Kaquebo dominaram diferentes eventos desportivos disputados na cidade de Lubango. Os dois atletas apresentaram elevadas performances competitivas, graças ao acompanhamento apertado dos técnicos, segundo Manuel Pereira.

CAMPEÕES
PROVINCIAIS

Paulo Cabuco sagrou-se campeão provincial de xadrez da Huíla, da classe juvenil, pela terceira vez consecutiva. O atleta da Escola Macovi da Huíla somou 10,5 pontos na prova disputada na cidade de Lubango.

Na segunda posição ficou Augusto Lopes, do Clube Ferroviário da Huíla, com 10 pontos, seguido do seu colega de equipa, Laurindo Tiago, com 9,5 pontos.

Em declarações ao Jornal dos Desportos, antes da viagem para Luanda, Paulo Cabuco disse que a competição foi "difícil" por elevado nível apresentado pelos adversários. A dinâmica de cada jogo obrigou-lhe a esforçar-se "bastante" para lograr o título de campeão provincial.

"Foi uma prova difícil por enfrentar adversários fortes; complicaram-me bastante, porém, consegui revalidar o título", disse.

FEMININO
Em juvenis feminino, a proeza sorriu para Minercia Munongo, da Escola nº 187, ao totalizar sete pontos, seguido das colegas de equipa, Rosalina Songo (7) e Maria Cassela (6).

JUNIORES
Osnilque Kaquebo foi o grande vencedor do campeonato provincial de juniores da Huila. O atleta do Clube Ferroviário da Huíla totalizou sete pontos. Na segunda posição ficou José Kaquinda, da Escola nº 187, com cinco pontos, seguido de colegas da mesma escola, Osvaldo David (5) e Jorge Marcial (3,5). Reagindo a prova, o vice-presidente para Xadrez, Vicente Silva, disse que se observou "bom nível competitivo". O responsável sustenta que os indicadores apontam para "excelente rodagem" visando a participação nos campeonatos nacionais agendados para a cidade de Sumbe.
GAUDÊNCIO HAMELAY | NO LUBANGO