Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Despique marca regatas do provincial

Rosa Panzo - 05 de Fevereiro, 2018

Clube Naval de Luanda, Clube Nutico da Ilha

Fotografia: Jornal dos Desportos! Edies Novembro

Cerca de uma centena de velejadores em todas as classes disputam desde o último final de semana na Baía da Ilha do Cabo a primeira fase dos campeonatos provinciais com um nível competitivo equilibrado entre as equipas participantes. Nesta empreitada  estão na corrida do troféu o Clube Naval de Luanda, Clube Náutico da Ilha de Luanda, 1º de Agosto, Petro de Luanda, Marinha de Guerra e Marítimo da Ilha.
Nesta edição, o Naval inscreveu 70 atletas, CNIL está com 30, Marítimo da Ilha, Petro de Luanda, 1º de Agosto e Marinha de Guerra com seis atletas cada um.
O director técnico do Clube Naval de Luanda e membro da organização do evento, Rui Albuquerque, disse que se registou muitas surpresas e um equilíbrio nos resultados das primeiras regatas. O espanto na tabela de classificação está relacionado com o material gastável.
\"Os resultados estão equilibrados em algumas classes. Fomos também afectados neste aspecto, fruto do material gastável nos acessórios que compõem as embarcações\", explicou
O dirigente acrescentou que o factor pode afectar no desempenho dos atletas no decorrer das regatas e alguém pode ser prejudicado na competição.
\"O prejuízo resulta pelo facto de andar com um vela de treinos, enquanto podia usar uma de competição que o coloca a competir de igual para igual com outros adversários e ambicionar os lugares cimeiros. Isso acontece com alguns velejadores. Temos problemas de material gastável\", disse.
A segunda fase da competição está prevista para os dia 10 e 11 do corrente no mesmo palco.
O campeonato provincial de Luanda é a primeira prova de calendário do nove elenco da Federação Angolana dos Desportos Náuticos, liderada por Olga Albuquerque. A titular foi empossada no dia 24 de Novembro do ano transacto.
Com Olga Alburquer que foram igualmente empossados os vice-presidentes de cada modalidade, mormente, Picasso Andrade (canoagem), Alexandre Leges (remo), José Junça (Vela), Marcelino de Barros (surf) e Hugo Guimarães (kitesurf). Os membros do Conselho Fiscal e Técnico bem como os coordenadores da FADEN também foram empossados.
Para o ciclo 2017-2022, Olga Albuquerque pretende projectar mais as modalidades náuticas no litoral de Angola e promover a participação do país nas provas além-fronteiras com maior regularidade.