Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Desporto escolar completa formao cvica dos alunos

Daniel Melgas, no Luena - 22 de Julho, 2013

Provas do Campeonato Provincial dos Jogos Escolares decorrem no Luena sem grandes sobressaltos

Fotografia: Jornal dos Desportos

O director provincial em exercício da Educação, Ciências e Tecnologias do Moxico, António da Silva, afirmou no Luena que o desporto escolar, além de ser uma actividade de complemento curricular, completa a formação cívica dos alunos. Discursando na cerimónia de abertura do I Campeonato Provincial dos Jogos Escolares, o responsável lembrou que os jogos escolares também promovem o espírito comunitário, razão pela qual a direcção nacional para a Acção Social do Ministério da Educação determinou a realização de campeonatos provinciais unificados em duas fases, regular e final. “O desporto escolar, enquadrado na legislação do Ministério da Educação, é o conjunto de práticas de actividades desportivas desenvolvidas como complemento curricular e ocupação de tempos livres. Num regime de liberdade de participação e de escolha integrado no plano de actividades da escola e coordenado no âmbito do sistema educativo”, lembrou. Para o responsável, o desporto deve basear-se num sistema aberto de modalidade (andebol, atletismo, ginástica, futebol e voleibol) e de práticas desportivas, integrando de modo harmonioso as dimensões próprias desta actividade, designadamente o ensino, o treino, a recreação e a competição. Por isso, apelou a todos alunos a observarem, durante os jogos, o espírito de fair-play, e desejou que o campeonato se transforme numa grande festa e que no final vença a equipa que melhor desempenho demonstrar. NO LUENA Mais de mil alunos disputam os jogos Um total de 1.076 alunos está a disputar o Campeonato Provincial dos Jogos Escolares aberto sexta-feira no Luena, nas modalidades de futebol, andebol, basquetebol, atletismo, voleibol, em ambos os sexos, das escolas do ensino primário até ao II ciclo, sob o lema “Educação física e desporto escolar, saúde, vida e amor”. A cerimónia de abertura ficou marcada com o desfile das delegações participantes que proporcionaram aos presentes, entre membros do governo provincial e desportistas, momentos de festa. O campeonato regista a ausência de representantes de oito municípios da província do Moxico, por motivos não explicados pelo coordenador da prova, Alfeu Justo. O ambiente de festa e cultura foi marcado pela exibição de representações que retratam a importância da prática do desporto, bem como ginástica rítmica e de manutenção. PRETENSÃO Odeth Tavares quer expandir AMUD Odeth Tavares, eleita sábado último para o cargo de presidente de direcção da Associação Angolana da Mulher e o Desporto (AMUD), com um total de 53 votos, prometeu cumprir o programa de acção apresentado à população votante, durante a campanha eleitoral. “Vamos primar pela organização administrativa e trabalhar forte no sentido de expandir a AMUD em todas as províncias de Angola. Trabalhar com a juventude e incentiva-la a praticar desporto também é uma das nossas ambições ao longo dos quatro anos”, ressaltou. São ainda prioridades da antiga guarda-redes do 1º de Agosto e da Selecção Nacional de Andebol, “estabelecer relações dinâmicas e funcionais com os clubes, federações, Ministério da Juventude e Desportos, Ministério da Educação, Comité Olímpico, Comité Paralímpico Angolano e outras organizações desportivas, profissionalização do funcionamento administrativo da AMUD e a criação do website da AMUD”. O programa de acção de Odeth Tavares para 2013/2014 prevê o incentivo das mulheres, a prática de actividades desportivas, assim como realizar visitas, apoiar e estimular as associações provinciais, através de um programa de desenvolvimento para que elas encontrem maior rendimento no desenvolvimento do seu trabalho. A tomada de posse dos novos corpos gerentes da AMUD está prevista para as 17 horas do dia 28 deste mês, em local a anunciar. BREVE HISTÓRIA A Associação Angolana da Mulher e o Desporto (AMUD) foi criada em Março de 2007 e tem como objectivo o fomento da participação da mulher em todos os aspectos da vida desportiva, assim como promover a igualdade do género no desporto, em todas as áreas de competência. A primeira presidente foi Teresa Quarta, que concorreu à sua própria sucessão, em Abril do ano em curso, num processo considerado irregular pelo Comité Paralímpico Angolano. Rosa Panzo