Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Dificuldades marcam preparao dos huilanos

Gaudncio Hamelay, no Lubango - 10 de Janeiro, 2019

Fotografia: Edies Novembro

A falta de raquetes e de redes marcam a preparação dos atletas huilanos para o campeonato nacional absoluto de ténis de mesa previsto para os dias 15 a 20 do corrente, em Luanda. O número e a qualidade de raquetes não compensam a exigência da preparação e dos níveis competitivos. Em compensação, os atletas são submetidos a exercícios de sprints e resistência. A componente física baseia-se na agilidade, explosão, força, trabalho de pernas, concentração, colocação, trajectória e direcção.
As dificuldades estendem-se à falta de dinheiro para custear a deslocação das equipas locais. O alojamento e a alimentação são da responsabilidade da Federação Angolana de Ténis de Mesa. Os atletas participantes vão estar alojados e alimentados no Centro de Alto Rendimento de Angola, afecto à Federação, localizado na Cidadela Desportiva.
Em declarações ao Jornal dos Desportos, o presidente da Associação Provincial de Desportos Individuais da Huíla, Juka Fernandes, disse que as direcções dos clubes Sporting do Lubango, Benfica do Lubango, Desportivo da Huíla e Clube da Saúde enfrentam carências financeiras e materiais.
A Associação e os clubes evidenciam esforços para se encontrar a disponibilidade financeira até o dia 14, data prevista para a viagem a Luanda. Nos próximos dias, as direcções das instituições desportivas reúnem com o Director do Gabinete da Cultura, Turismo, Juventude e Desportos, Osvaldo Lunda, para se encontrarem os recursos viáveis à deslocação, segundo Juka Fernandes. \"Só pretendemos o pagamento da transportação dos atletas. Está em causa a representação da província da Huíla, um dos melhores celeiros do ténis de mesa em África. Queremos levar os melhores mesatenistas à competição\", disse.
Juka Fernandes disse que a Huíla é o segundo pólo de desenvolvimento de ténis de mesa no país e almeja revalidar os títulos nos escalões de Sub-14 e Sub-16.
\"Temos uma escola muito forte e a Federação envida esforços para que nos façamos presentes com maior número de atletas, além da cifra definida de quatro atletas, das quais duas femininas\", disse.
Para o nacional, o Sporting Clube de Lubango compete com um atleta, Benfica do Lubango (3), Desportivo da Huila (3) e Desportivo da Saúde (2). Juka Fernandes vai participar da Assembleia Geral ordinária e os treinadores huilanos devem participar dos campeonatos nacionais e do curso de actualização.