Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Dinheiro condiciona realizao do evento

Silva Cacuti - 14 de Agosto, 2015

A realizao da Taa Z Du est dependente do desbloqueio da situao financeira

Fotografia: Jornal dos Desportos

A menos de uma semana da data prevista para o arranque da 14ª edição do torneio internacional de hóquei em patins, designado "Taça Zé Du" a Federação Angolana de Patinagem (FAP) vê-se com dificuldades de garantir os aspectos logísticos do evento, por insuficiência financeira.

Segundo Carlos Alberto Jaime "Calabeto", presidente da FAP, a realização da prova está "por um fio", dependente do desbloqueio da situação financeira por parte do Ministério da Juventude e Desportos.

"Estamos a esperar que se resolvam aspectos ligados à questão financeira, temos um "dead line" e penso que na segunda-feira já poderemos confirmar a realização da prova.

Há questões como hospedagem e passagens das equipas convidadas que estão dependentes deste aporte", disse.Carlos Alberto Jaime revelou que a prova está orçada em cerca de 200 milhões de Kwanzas que deverão também suportar a preparação da selecção nacional de Sub 20, que vai disputar o campeonato mundial de Vilanova, Espanha, de 19 a 26 de Setembro.

A FAP pretendia apresentar a prova ontem, em conferência de imprensa, mas anulou a mesma pelas questões avançadas.

É a primeira vez que a Troféu José Eduardo dos Santos, tido como um dos mais prestigiados torneios da modalidade a nível do mundo, vê a sua realização a ser manchada por rumores de insuficiência financeira.

A prova prevê a participação das equipas juniores do 1º de Agosto; as portuguesas do Sporting e Benfica, ambas de Lisboa; e a selecção nacional sub20.