Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Direco do 1 de Agosto est satisfeita

Helder Jeremias - 04 de Agosto, 2016

Tiro/GP Zeca Frana

Fotografia: Nuno Flash

O chefe do departamento de tiro do 1º de Agosto, Humberto Jorge, atribuiu "nota positiva" ao balanço da primeira edição do Grande Prémio Zeca França, disputada sábado e domingo último no campo de tiro do Regimento de Defesa Antiaérea, em que se sagrou vencedor o atirador da Força Aérea Nacional, Paulo Alves, com 104 pontos, seguido de Filipe Falcão e Francisco Gastão, ambos do Interclube, com 99 pontos cada.

Marcado pela ausência do campeão nacional, Paulo Silva, atirador que teve de deixar o país no momento em que se disputava a final da prova em homenagem ao veterano atirador do clube militar, o evento foi brindado pela presença de altas patentes do Exército, com destaque para o General António dos Santos França "Ndalo" e o presidente do 1º de Agosto, General Carlos Hendrick, tendo testemunhado o nível de precisão da nata de atiradores nacionais.

Em declarações ao Jornal dos Desportos, Humberto Jorge agradeceu aos dirigentes de equipas e os respectivos atiradores presentes no certame pela excelente colaboração para que o evento fosse disputado num clima de harmonia, não obstante algumas dificuldades técnicas que impossibilitaram os concorrentes obter médias mais elevadas.

Humberto Jorge acredita que Zeca França recebeu um tributo a altura da sua dimensão, em função da presença da maior parte dos atiradores que beberam da sua experiência enquanto esbanjou classe pelas pranchas em provas nacionais e internacionais, tornando-se uma personalidade incontornável na história do tiro nacional.

O atirado do Clube de Tiro e Pescas de Benguela, Fernando Pessoa, foi o terceiro atirador mais preciso, com o total de 95 pontos, os mesmos que o atleta do Team Socolill, Paulo Guga, ao passo que Hírio Baião, também da Socolill, foi o terceiro colocado com 94 pontos.

O Interclube foi a equipa vencedora, com 286 pontos, a frente do 1º de Agosto que completou 274 e a Socolill a somar 267. O clube de Tiro e Pescas do Lubango quedou-se na quarta posição, ao passo que a Força Aérea nacional, com 216 e o Clube de Tiro e Pescas de Benguela, como 140 pontos, ocuparam as posições subsequentes.

Na categoria de juniores, o vencedor foi Zidane Freitas, ao completar 81 disparos certeiros, a atiradora do 1º de Agosto, Erica Andrade foi a vencedora do género feminino, com 79 pontos, enquanto que  António Brito superiorizou-se na classe dos veteranos com 75 pratos quebrados.

"O sentimento é de regozijo por termos cumprido com o programa no âmbito do 39º aniversário do clube 1º de Agosto e, ao mesmo tempo, prestarmos um tributo aquele que foi um dos grandes nomes, não só da agremiação militar, mas do tiro em geral. Acredito que outras edições serão melhores mas devo agradecer a entrega de todos quantos estiveram presentes para tornar este evento uma realidade", frisou Humberto Jorge.