Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Dirigente da FACI eleito para a CAC

10 de Agosto, 2015

Dirigente da FACI eleito para a CAC

Fotografia: Jornal dos Desportos

O primeiro Vice-Presidente da Federação Angolana de Ciclismo(FACI), Gilchrist Adolfo,  foi eleito membro da Confederação Africana de Ciclismo (CAC) para o desporto adaptado.A eleição do dirigente angolano, foi o principal benefício de Angola no Congresso da Confederação Africana de Ciclismo (CAC), que decorreu de dois a sete do corrente  no Kwazulu Natal /Durban e abordou todas as questões do desenvolvimento da modalidade no continente e perspectivou os próximos tempos.

Gilchrist Adolfo, que representou o presidente de direcção da FACI, Diógenes de Oliveira, num fórum do género, foi indicado pela CAC para ocupar um cargo na Comissão do Ciclismo Para - Ciclismo  ( Desporto adaptado), abre desse modo mais uma frente do desenvolvimento da modalidade no país, que vai passar necessariamente pela assinatura de um protocolo entre a FACI e o Comité Paralímpico Angolano (CPA), liderado por Leonel Rocha Pinto.Angola esteve representada no Congresso da Confederação Africana de Ciclismo (CAC), pelos vice -presidentes de direcção da Federação Angolana de Ciclismo (FACI), Gilchrist Adolfo e João Francisco, que respondem pelos pelouros Administrativo e Cooperação e Marketing, respectivamente.

No fórum da CAC, sobre os auspícios da União Ciclista Internacional (UCI), representada pelo seu presidente, os representantes da FACI além de regularizarem as relações com as instituições internacionais de que a Federação é membro de pleno direito, desde 1979, levaram ainda em carteira a proposta de candidatura para a realização de um Campeonato Africano em solo angolano, nos próximos tempos e uma informação sobre os preparativos da realização da edição experimental da Volta a Angola que deve acontecer ainda este ano.

O programa do Congresso, que decorreu no “Dunning Country House” de Kwazulu, incluiu entre outras acções, o curso de nível 2 de treinadores da UCI, que decorreu de 30 de Julho a  5 de Agosto e o curso da UCI para comissários de Elite de 1 a 5 de Agosto.No domingo passado  realizou-se o meeting preparatório da CAC no Redlans Hotel, sendo que à noite o Comité organizador ofereceu um jantar no “Little Mozambique Restaurant” aos participantes.  No dia seguinte, (3 de Agosto) realizou-se o meeting do Comité organizador da CAC , no Redlands Hotel. O meeting dos presidentes das Comissões da CAC realizou-se terça-feira (dia 4), no vitória Country Club, que  coincidiu com a chegada da delegação angolana ao local.

PRELECÇÕES
Ciclismo africano debatido em fórum em Kwazulu


Ainda na  terça - feira da semana passada, na capital do Kwazulu Natal (Pietermariterburg), o dia foi igualmente reservado à prelecções sobre a relação entre os governos e as federações no quadro das estruturas, que esteve à cargo de Mike Bradley, responsável da UCI para o continente Africano. O tema  Eventos e Turismo esteve à cargo de Clive Coettzee, da África do Sul. 

Presidente da CAC nos últimos oito anos, o egípcio Waghy Azzam, apresentou o tema sobre os aspectos médicos e medicamentosos indispensáveis ao ciclismo, em estreita relação com o programa anti-doping da UCI,  é o  principal candidato ao cargo, para um mandato de mais quatro anos no próximo ciclo Olímpico de 2016-2020  .O Congresso da CAC aconteceu na quarta-feira ( dia 5), entre as 9h30 e as 12h30, no  Victoria Country Club ,  no período das 14h30  às 15h00, realizou-se a conferência de imprensa sobre o fórum da CAC, com a presença de membros da UCI e representantes do governo sul africano. O último dia do  evento aconteceu na  quinta-feira (dia 6), em que se realizou o seminário sobre as plataformas de desenvolvimento da UCI para o continente africano. O regresso das caravanas para os seus países de origem aconteceu no dia seguinte, sexta-feira.

 

 

 

 

PRELEC

 

 

 

 

 

ÇÕES