Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Dirigente deseja mais unio da famlia

Silva Cacuti - 20 de Maio, 2013

Antnio Custdio Mano quer aproximao de todos os agentes do andebol

Fotografia: Jornal dos Desportos

O presidente da Associação Provincial de Andebol de Luanda, António Custódio “Mano”, deseja que a família da modalidade esteja cada vez mais unida, independentemente, das cores que os vários agentes representam.

Mano falava no sábado, no final do festival que decorreu no recinto do Gama, para saudar o 20 de Maio, dia consagrado ao andebol nacional. As festividades alusivas à data encerraram ontem com a disputa, de uma maratona de andebol de praia, na Ilha de Luanda,por ex-praticantes.

“Pensamos que o dia 20 foi bem saudado. Aproveitamos para ensaiar um modelo de disputa que queremos adoptar para as equipas de iniciados que se circunscrevem  na realização de jogos em regime concentrado num único campo”, disse.

O responsável associativo justificou que “isto vai permitir que, desde esta classe, os andebolistas comessem a conviver, além de competir”. O evento realizado no recinto do Gama enquadrou-se no “provincial” de iniciados e de juvenis e juntou cerca de 40 equipas.

O ex-praticante mostrou-se satisfeito pela adesão ao festival e revelou que tiveram dificuldades na confirmação do recinto, o que inviabilizou a comunicação com ex-praticantes.

A prova para iniciados inscreveu seis equipas masculinas e 14 femininas, ao passo que a prova de juvenis contou com quatro equipas masculinas e 16 femininas. Foi ainda disputada uma partida com a participação de ex-praticantes, antes da cerimónia de outorga de troféus aos campeões provinciais de 2012.

A época luandina de 2012 foi dominada pelo 1º de Agosto, que arrebatou os títulos provinciais de juvenis e de seniores, em ambos os sexos.Em juniores, o Petro de Luanda recebeu o troféu pela conquista do título feminino, ao passo que a Banca foi galardoada pela conquista na classe masculina.

O 20 de Maio é comemorado hoje em homenagem a um grupo de nacionalistas que decidiu fundar a Federação Angolana de Andebol, num dia igual em 1974.

Os acontecimentos que marcaram a fundação da federação até à proclamação da independência nacional levaram a que a instituição ganhasse corpo, de facto, apenas em 1976.

Angola detém 11 títulos continentais na classe feminina. Pedro Godinho é o actual presidente da Federação Angolana de Andebol (Faand).