Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Djokovic e Federer entram vitoriosos

17 de Novembro, 2015

Na segunda partida do grupo 'Stan Smith' Roger Federer seguiu os passos de Djokovic derrotando o seu adversário

Fotografia: AFP

O sérvio Novak Djokovic, número 1 do mundo, e o suíço Roger Federer, 3º do ranking ATP, estrearam com vitórias tranquilas no ATP Finals de Londres, pelo grupo 'Stan Smith' da competição. Antes da partida, os tenistas e o público observaram um minuto de silêncio pelas vítimas dos atentados de sexta-feira em Paris.Djokovic foi o primeiro a estrear, mas só ficou em quadra por 1 hora e 5 minutos, superando o japonês Kei Nishikori (N.8) em dois sets, duplo 6-1. O sérvio, que luta para se tornar o primeiro tenista a ganhar quatro vezes seguidas o ATP Finals, não deu nenhuma chance ao jovem japonês de 25 anos, que não teve sequer uma quebra durante toda a partida.

Com esta fácil vitória, 'Djoko' derrotou Nishikori pela quarta vez consecutiva, aumentando o seu domínio no confronto directo com o japonês (5-2). A vitória foi a 23ª seguida de Djokovic, que vive fase esplendorosa e só perdeu cinco jogos na temporada."Joguei o meu melhor ténis. Tenho um bom retrospecto aqui nos últimos anos e isso me deu ainda mais confiança. Enfrentei um dos jogadores mais rápidos dos circuito, mas consegui impor o meu ritmo", analisou o sérvio. O sérvio também se aproxima de um recorde impressionante: um quarto título seguido no ATP Final de Londres, onde não perde desde 2011.

Na segunda partida do grupo 'Stan Smith', Roger Federer seguiu os passos de Djokovic, derrotando o tcheco Tomas Berdych (N.5) em dois sets, parciais de 6-4, 6-2. Recordista de títulos do ATP Finals, com seis conquistas, precisou de apenas 1 hora e 9 minutos, ou seja, quatro minutos a mais que Djoko, para derrotar o seu adversário.

No retrospecto directo contra Berdych, o suíço chegou à 15ª vitória, contra apenas seis derrotas. O tcheco chegou a abrir vantagem de 2 a 0 no primeiro set, mas viu Federer, lenda viva do esporte, não se abalar e reagir em seguida, dominando o jogo até o fim.O ATP Finals continuou ontem com as primeiras partidas do grupo 'Ilie Nastase', no qual o britânico Andy Murray, número 2 do mundo defrontou o espanhol David Ferrer (N.7), enquanto o suíço Stan Wawrinka (N.4) mediu forças com o também espanhol Rafael Nadal (N.5).O ATP Finals de Londres é o último torneio do ano e reúne os oito melhores tenistas do mundo e dá 1.000.000 de euros ao vencedor.