Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Djokovic e Federer jogam no Dubai

14 de Janeiro, 2016

Quatro vezes campeão nos Emirados Árabes o sérvio está sem ganhar desde 2013 e espera vir a quebrar o jejum no toneio do Dubai

Fotografia: AFP

Mais uma vez o ATP 500 de Dubai vai ter uma chave forte, contando com quatro integrantes do top 10. Os destaques são o sérvio Novak Djokovic, actual número 1 do mundo, e os suíços Roger Federer e Stan Wawrinka. Além deles, o torneio vi contar também com o checo Tomas Berdych.Quatro vezes campeão nos Emirados Árabes, o sérvio não vence o título desde 2013. As suas outras três conquistas aconteceram em 2011, 2010 e 2009. Djokovic não será o mais vitorioso a jogar em Dubai, perdendo para o heptacampeão Federer, que levantou a taça em 2015, 2014, 2012, 2007, 2005, 2004 e 2003.

Berdych vai para a sua décima participação no evento, tendo amargado dois vice-campeonatos por lá, perdendo uma das finais para Djokovic (2013) e outra para Federer (2014). Já Wawrinka tem um histórico bem mais modesto, com dois jogos e duas derrotas em estreias.Outros nomes que podem fazer barulho no Dubai são o do jovem australiano Nick Kyrgios, do espanhol Feliciano López, actual 19 do mundo, e do experiente Tommy Robredo.

Quem também joga por lá é o sérvio Janko Tipsarevic, que já foi top 10 e entrou na chave graças ao ranking protegido Por sua vez, depois de disputar o ATP de Doha na primeira semana do ano e de participar de exibições em Sydney na segunda-feira, Rafael Nadal chegou a Melbourne para a disputa do Open da Australia. No seu primeiro dia, o espanhol participou de compromissos com patrocinadores antes de fazer a sua primeira sessão de treinos.

"Estou muito feliz por voltar a Melbourne. É sempre muito bom jogar nesta linda cidade e estou muito feliz da parte por ver todas as melhorias aos jogadores", disse Nadal, durante o evento promovido pela montadora KIA, patrocinadora pessoal dele e também do Australian Open."Acho que joguei algumas boas partidas em Abu Dhabi e no Qatar, e na final Novak jogou num nível incrível e só tenho que parabenizá-lo pelo que está a fazer", acrescentou o espanhol, que perdeu para Djokovic na final do primeiro torneio do ano.

Nadal garante que não há diferença quanto às expectativas para a próxima edição do Australian Open em relação ao habitual. "Tentarei o meu melhor.É a mesma expectativa para todos os anos. A cada torneio que eu jogo, tento estar pronto para a acção e acho que treinei bem na pré-temporada para isso".Ainda ontem, Nadal treinou na Rod Laver Arena, principal quadra do Melbourne Park. Campeão em 2009 e superado ainda nos quartos-de-final  no ano passado, o espanhol fará sua 11ª participação no torneio. Além do título conquistado há sete anos, ele foi finalista em 2012 e 2014.

BREVE
João Sousa afastado
da prova de Auckland


O português João Sousa, 33.º do ranking mundial, foi eliminado na terça-feira da primeira ronda do torneio de Auckland, na Nova Zelândia, pelo italiano Fabio Fognini, 21.º da hierarquia. Fognini superiorizou-se ao número um português, em três "sets", pelos parciais de 6-4, 2-6 e 7-6 (7-3), numa hora e 55 minutos. João Sousa, que se estreou na presente temporada, segue agora para Melbourne, onde vai disputar o Open da Austrália, primeiro torneio do Grand Slam, que decorre entre 18 e 31 de Janeiro.